‘Convoco os jovens a se manifestar – e os líderes a ouvir’, diz chefe da ONU no Dia da Juventude

Com o mundo se transformando em uma velocidade sem precedentes, a juventude está provando ser uma parceira inestimável que pode realizar soluções significativas, disse o secretário-geral da ONU no Dia Internacional da Juventude, marcado dia 12 de agosto.

Painel 'Juventudes', que será lançado em Brasília nesta quarta-feira, 12 de agosto, Dia Internacional da Juventude. Foto: UNFPA Brasil

Painel ‘Juventudes’, que será lançado em Brasília nesta quarta-feira, 12 de agosto, Dia Internacional da Juventude. Foto: UNFPA Brasil

Marcando o Dia Internacional da Juventude, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, destacou que ninguém sabe melhor que os jovens as questões em jogo no mundo em rápida mudança ou a melhor forma de respondê-las. “É por isso que eu estou convocando os jovens a se manifestarem – e exortando os líderes a ouvirem”, disse o chefe da ONU.

Com o mundo se transformando em uma velocidade sem precedentes, a juventude está provando ser uma parceira inestimável que pode realizar soluções significativas, disse Ban em mensagem marcando a data, comemorada todos os anos no dia 12 de agosto.

“Os movimentos da juventude e grupos de estudantes estão desafiando o poder das estruturas tradicionais e defendendo um novo contrato social entre os Estados e as sociedades. Líderes jovens têm contribuído com ideias novas, tomando medidas proativas, e se mobilizando por meio das redes sociais como nunca antes”, acrescentou.

O tema de 2015 – “Engajamento da Juventude com a Cidadania” – destaca o envolvimento e a inclusão dos jovens na construção de uma coesão social e bem-estar coletivos, destacou a diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Irina Bokova. “De empreendedores sociais a jornalistas, de trabalhadores voluntários a membros de organizações comunitárias, os jovens contribuem para moldar a sociedade de forma a conduzi-la à renovação política, cultural e econômica”, disse Bokova.

Com líderes mundiais se preparando para adotar uma nova visão ousada para o desenvolvimento sustentável em setembro, o engajamento da juventude é mais valioso do que nunca, disse Ban. “Nesse momento crítico na história, eu peço aos jovens para exigir e promover o dramático progresso tão urgentemente necessário em nosso mundo”, afirmou.

O secretário-geral descreveu o voluntariado como a forma “ideal” para melhorar a sociedade, com os Estados-membros finalizando a criação dos novos objetivos de desenvolvimento sustentável e se preparando para sua implementação.

“Eu estou com os jovens de todo o mundo ao pedir medidas para garantir os direitos humanos, o progresso econômico, a responsabilidade ambiental e a inclusão social”, concluiu Ban Ki-moon.

ONU Brasil e governo federal comemoram o Dia da Juventude com debate sobre direitos da população jovem

Como parte das comemorações da data, o Grupo Assessor sobre Juventude do Sistema ONU no Brasil – formado por agências do Sistema, pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e pelo Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) – realiza, em Brasília, o seminário “Da Lei à Prática: 2 anos do Estatuto da Juventude e Caminhos para a sua Implementação”.

O encontro terá um espaço para o debate sobre a efetivação e ampliação dos direitos das e dos jovens do país e como garantir o investimento na população jovem.

O Estatuto da Juventude, que completa dois anos em agosto de 2015, determina os direitos dos jovens que devem ser garantidos e promovidos pelo Estado brasileiro. Segundo a ONU, este será um momento de encontro e debate entre referências na promoção da pauta da juventude.

O seminário está sendo realizado durante todo o dia e será encerrado com o lançamento do painel “Juventudes”. Saiba mais nos sites unfpa.org.br e juventude.gov.br

Vídeos especiais da UNESCO para a data

Confira abaixo dois vídeos especiais para o Dia Internacional da Juventude.