Conselho de Segurança se reúne amanhã para discutir afiliação da Palestina à ONU

Nove integrantes têm de aprovar o pedido, sem que haja veto de membro permanente. Se recomendada, Assembleia Geral votará admissão.


O Conselho de Segurança vai discutir na quarta-feira, 28 de setembro, se a Palestina  se tornará um Estado-Membro das Nações Unidas. O órgão, composto por 15 países, realizou na segunda-feira (26/09) consultas a portas fechadas sobre o pedido que o Presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, apresentou oficialmente ao Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, semana passada.

Todas as recomendações para a admissão devem receber o voto favorável de nove dos 15 membros do Conselho, desde que nenhum dos seus cinco membros permanentes – China, França, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos – vote contra o pedido.

Se o Conselho recomendar a admissão, ela será encaminhada para votação dos 193 Estados-Membros da Assembleia Geral, onde dois terços dos países devem votar favoravelmente para a admissão de um novo Estado.