Conselho de Segurança destaca diplomacia preventiva como solução para conflitos na Ásia Central

Os membros do Conselho enfatizaram a necessidade de aumentar a cooperação e a coordenação entre governos na Ásia Central e saudaram o trabalho de centro regional.

Embaixador Gérard Araud da França, que detém a presidência do Conselho deste mês. (ONU/Evan Schneider)O Conselho de Segurança das Nações Unidas manifestou o seu apoio ao papel que a diplomacia preventiva e os mecanismos de alerta prévios podem desempenhar na resolução pacífica de conflitos e pediu que o trabalho do centro da ONU na Ásia Central fortaleça essa prática na região.

“Os membros (…) sublinharam os imperativos primordiais político, humanitário e moral, bem como as vantagens econômicas de prevenir o surto da escalada ou reincidência de conflitos”, afirmou um comunicado de imprensa emitido ontem (8) pelo Embaixador Gérard Araud, da França, que detém a presidência do Conselho este mês.

Os membros do Conselho enfatizaram a necessidade de aumentar a cooperação e a coordenação entre Governos na Ásia Central e saudaram o trabalho do Centro Regional da ONU para a Diplomacia Preventiva para a Ásia Central (UNRCCA) durante os últimos sete meses para alcançar este objetivo.

“Nesse sentido, os membros saudaram o papel do UNRCCA como um exemplo de mecanismos disponíveis de diplomacia preventiva e reconheceram o papel do UNRCCA em ajudar países da Ásia Central a responder, de acordo com seu mandato e através da cooperação regional, às ameaças nacionais e transnacionais para a paz e o desenvolvimento sustentável da região”, disse Araud.

Os membros do Conselho também elogiaram o foco do Centro em apoiar os esforços dos governos da região para assegurar a estabilidade e criar um ambiente mais propício para a cooperação bilateral e multilateral, bem como para encontrar soluções sustentáveis para os desafios na Ásia Central, incluindo a gestão dos recursos hídricos e energia e a implementação da Estratégia Global Antiterrorista das Nações Unidas.

Fundado em 2007 por iniciativa dos governos dos cinco países da Ásia Central, com sede em Ashgabat, a capital do Turcomenistão, o UNRCCA é uma missão política especial que trabalha para promover o diálogo entre os governos da região na busca de soluções para os problemas emergentes e para eliminar as ameaças potenciais.