Conselho de Segurança da ONU prorroga missão de construção da paz na Guiné-Bissau

País é palco de instabilidades políticas e sucessivos golpes desde que se tornou independente de Portugal, em 1970. Último deles ocorreu em abril do ano passado.

Conselho de Segurança da ONU Foto: ONU/JC McIlwaine

O Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade na sexta-feira (22) a prorrogação do mandato do Escritório Integrado das Nações Unidas para a Construção da Paz na Guiné-Bissau (UNIOGBIS) por mais três meses, até 31 de maio.

O Escritório foi criado pelo Conselho em 2009, com a tarefa de promover a estabilidade no país, que, desde que se tornou independente no início de 1970, tem sua trajetória marcada por instabilidade política e sucessivos golpes. O último deles ocorreu em abril do ano passado, quando militares tomaram o poder às vésperas da eleição presidencial.