Conselho de Segurança da ONU prorroga mandato das forças de paz no Chipre até julho

Membros reconhecem progressos na negociação pela reunificação da ilha, mas afirmam que ainda não há uma solução duradoura e abrangente.

Força de paz faz patrulhamento no Setor 1 do Chipre (UNFICYP)O Conselho de Segurança das Nações Unidas prorrogou nesta quinta-feira (24) o mandato da Missão de Paz da ONU no Chipre (UNFICYP) até 31 de julho de 2013.

A resolução, aprovada com 14 votos a favor e a abstenção do Azerbaidjão, também solicita às comunidades cipriota-grega e cipriota-turca que continuem negociando a reunificação da ilha no Mediterrâneo. O Conselho de Segurança reconheceu os progressos, mas afirmou que ainda não há uma solução duradoura e abrangente.

A ONU tem facilitado a negociação entre as lideranças pelo eventual estabelecimento de um governo federal com personalidade internacional única, que consista de um Estado Constituinte Cipriota-Turco e de um Estado Constituinte Cipriota-Grego, ambos em igualdade. A UNFICYP está no Chipre desde 1964, quando eclodiram as lutas intercomunais.