Conflitos se alastram pela capital da República Centro-Africana

Onda de violência em Bangui veio após ataque contra uma igreja na cidade. Este, por sua vez, foi uma possível resposta ao assassinato de três muçulmanos no começo da semana passada.

Durante a semana passada, a violência se alastrou por Bangui, capital da República Centro-Africana, com relatos de conflitos, ruas fechadas com barricadas, pneus queimados e fogueiras acesas por toda a cidade.

Segundo a Missão de Estabilização Multidimensional Integrada das Nações Unidas no país (MINUSCA), o comércio permaneceu fechado e as atividades do dia a dia foram suspensas enquanto jovens armados percorriam as ruas.

Menino de um ano de idade, que sofre de subnutrição, sentado debaixo de uma tenda onde ele e a sua família se abrigam, no Centro de Dom Bosco, em Bangui. Foto: OCHA/Phil Moore“Isto é a resposta ao que aconteceu na Igreja Nossa Senhora de Fátima. Os muçulmanos foram lá para matar as pessoas, eles mataram centenas de pessoas”, disse um dos cidadãos.

O ataque à igreja veio como possível resposta ao assassinato brutal de três jovens muçulmanos no início da semana. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e o Conselho de Segurança se mobilizam para a atuação de forças de paz no país.

Assista à matéria acima em http://youtu.be/_8p800KzSpY