Conferência do Clima: ‘Ninguém pode apostar com o futuro dos jovens’, afirma enviado da ONU

Nesta quinta-feira (3), foi celebrado o ‘dia da juventude e das gerações futuras’ durante a COP21. Inclusão da educação sobre o clima no acordo climático que será firmado na Conferência foi uma das pautas debatidas.

 Crianças e adolescentes participaram de atividades da COP21, nesta quinta-feira (3). Foto: UNFCCC

Crianças e adolescentes participaram de atividades da COP21, nesta quinta-feira (3). Foto: UNFCCC

A Conferência do Clima de Paris reuniu, nesta quinta-feira (3), centenas de crianças e adolescentes para celebrar o ‘dia da juventude e das gerações futuras’, em meio às negociações da COP21. O enviado especial da ONU para a Juventude, Ahmad Alhendawi, fez um apelo aos líderes mundiais para que escutem as vozes dos mais jovens. Também foi lançado um manifesto chamado “Nosso comunicado: aja como uma criança”, que pede a inclusão da educação sobre o clima no novo acordo climático a ser firmado na Conferência.

“Conforme o secretário-geral das Nações Unidas (já) disse, nós somos a primeira geração que pode erradicar a extrema pobreza, mas nós também somos a última geração que pode reverter as mudanças climáticas”, afirmou Alhendawi. Para o enviado da ONU, o dia da juventude é um dos mais importantes da Conferência, pois “o que está em jogo é o seu presente e futuro” e “ninguém pode apostar com o seu futuro”.

De acordo com o especialista, “é necessário assegurar e reivindicar o espaço para as pessoas jovens no processo” de negociação da COP21. Alhendawi elogiou os delegados representantes da juventude que têm comparecido à Conferência, considerados uns dos “mais ativos e engajados” no debate climático. O enviado reconheceu também a importância dos jovens voluntários, mobilizadores e integrantes de movimentos que vão para as ruas de todo o mundo, “lembrando a todos de que é hora de tomar atitudes a respeito das mudanças climáticas”.

A secretária executiva da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), Christiana Figueres, também se dirigiu ao público jovem e agradeceu não apenas pela sua participação na COP, mas também pelas ações desenvolvidas em suas comunidades e seus lares.