Conferência da ONU discute políticas públicas de enfrentamento da pobreza na América Latina

PNUD América Latina e Caribe, governo do Peru e CEPAL se reuniram em Conferência sobre desenvolvimento social regional. Foto: RBLAC/Divulgação

A Conferência Regional sobre Desenvolvimento Social da América Latina e do Caribe, órgão da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), destacou a importância das políticas sociais e econômicas que levam em consideração a multidimensionalidade da pobreza na região. O encontro de três dias aconteceu em Lima, Peru, no início de novembro.

Destacando uma nova abordagem da política de desenvolvimento, como algo maior do que viver acima da linha da pobreza, a diretora regional do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD), Jessica Faieta, lembra ainda da importância de investimentos em setores básicos para a prevenção do problema. “Educação, proteção social, empregos de qualidade, tudo isso será crucial para promover a resiliência ou a habilidade de absorção de choques, como desastres naturais ou crises financeiras, sem recair na pobreza”, disse.

Entre os objetivos da Conferência estão avançar nas políticas públicas para o desenvolvimento social; estudar outras medidas contra a pobreza multidimensional; e cooperação bilateral, regional e internacional entre organizações e instituições.

“Devemos avançar no caminho da Agenda 2030, na direção de uma nova geração de políticas para combater a pobreza e a desigualdade, como parte de uma mudança estrutural gradual e crescimento econômico sustentável: sustentado e inclusivo. Reduzir a desigualdade é essencial para alcançar um mundo sem pobreza”, afirmou a secretária executiva da CEPAL, Alicia Bárcena.