Comitê reúne-se para examinar Lista do Patrimônio Mundial; Paraty é candidata

Paraty. Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

O Comitê do Patrimônio Mundial irá examinar 36 indicações para inscrição na Lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) durante sua 43ª sessão, que acontece em Baku, capital do Azerbaijão, de 30 de junho a 10 de julho, sob a presidência de Abulfas Garayey, Ministro da Cultura do país.

O Comitê também irá examinar o estado de conservação de 166 sítios que já estão inscritos na Lista do Patrimônio Mundial, 54 dos quais também se encontram na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo.

As novas inscrições na Lista estão agendadas para começar em 5 de julho. Entre as candidaturas, está uma do Brasil: Paraty – Cultura e Biodiversidade.

Os sítios indicados, na ordem* em que serão debatidos na reunião, são estes:

Sítios naturais

Santuários de Pássaros Migratórios ao longo da Costa do Mar Amarelo – Golfo Bohai da China (Fase 1) (China)
Florestas Hyrcanian (República Islâmica do Irã)
Complexo Florestal Kaeng Krachan (Tailândia)
Terras e Mares Austrais Franceses (França)
Alpes do Mediterrâneo – Alpes de la Méditerrané (França/ Itália/ Mônaco)
Parque Nacional Vatnajökull – natureza dinâmica do fogo e do gelo (Islândia)
Sítios mistos:

Patrimônio Cultural e Natural da região de Ohrid [extensão do Patrimônio Natural e Cultural da região de Ohrid, Macedônia do Norte] (Albânia)
Paraty – Cultura e Biodiversidade (Brasil)

Sítios culturais

Sítio antigo de metalurgia de ferro (Burkina Faso)
Montes de Enterro de Dilmun (Bahrein)
Babilônia (Iraque)
Paisagem Cultural Budj Bim (Austrália)
Ruínas Arqueológicas da Cidade de Liangzhu (China)
Cidade de Jaipur, Rajasthan (Índia)
Patrimônio da Mina de Carvão Ombilin de Sawahlunto (Indonésia)
Grupo Mozu-Furuichi Kofun: Tumbas do Antigo Japão (Japão)
Sítio megalítico de Jar em Xiengkhuang – Planície de Jars (Laos)
Bagan (Myanmar)
Seowon, Academias Neoconfucionistas Coreanas (República da Coreia)
Estrada de Alpinos Altos Großglockner (Áustria)
Fronteira do Império Romano – Os Limes do Danúbio (Áustria / Alemanha/ Hungria/ Eslováquia)
Escritas na Pedra/ Áísínai’pi (Canadá)
Região de Minas Erzgebirge/Krušnohoří (República Tcheca/ Alemanha)
Paisagem para Criação e Treinamento de Cavalos de Transporte Cerimonial em Kladruby nad Labem (República Theca)
Sistema de Gestão Hídrica de Augsburg (Alemanha)
Região de mineração pré-histórica de silício listrado de Krzemionki (Polônia)
Edifício Real do Palácio de Mafra, Basílica, Convento, Jardim do Cerco e Parque de Caça (Tapada) (Portugal)
Santuário Bom Jesus do Monte em Braga (Portugal)
Monumentos da Antiga Pskov (Federação Russa)
Paisagem Cultural de Risco Caído e as Montanhas Sagradas de Gran Canaria (Espanha)
Observatório do Banco Jodrell (Reino Unido)
Centro Histórico de Sheiki com o Palácio de Khan (Azerbaijão)
Le Colline del Prosecco di Conegliano a Valdobbiadene (Itália)
Arquitetura do Século XX de Frank Lloyd Wright (Estados Unidos da América)
Cidade Submersa de Porto Real – Uma relíquia e uma paisagem cultural contínua (Jamaica)
Rota Colonial Transístmica do Panamá (Panamá)

Sítios que podem ser incluídos na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo

O Surdarbans (Bangladesh)
Cidade Antiga de Nessebar (Bulgária)
Patrimônio Natural e Cultural da região de Ohrid (Albânia / Macedônia do Norte)
Ilhas e Áreas Protegidas do Golfo da Califórnia (México)
Vale de Katmandu (Nepal)
Babilônia (Iraque)
Sítios a serem examinados para possível retirada da Lista do Patrimônio em Perigo:

Local de Nascimento de Jesus: Igreja de Natividade e a Rota de Peregrinação, Belém (Palestina)
Salitre de Humberstone e Santa Laura (Chile)

O Comitê do Patrimônio Mundial é composto por representantes de 21 Estados-partes da Convenção do Patrimônio Mundial que se reúnem anualmente. O Comitê é responsável pela implementação da Convenção.

Até hoje, 1.092 sítios em 167 países já foram inscritos na Lista do Patrimônio Mundial.

Os debates da 43ª sessão serão transmitidos ao vivo.

***

*A ordem pode ser alterada

O Comitê irá se reunir no Centro de Congressos de Baku.

Jornalistas que queriam cobrir a reunião devem se credenciar pelo link: https://43whcbaku2019.az/en/

Todos os documentos relativos à sessão estão disponíveis online.

Siga o Comitê do Patrimônio Mundial no Twitter pela hashtag #WorldHeritage