Começou hoje congresso da UNESCO sobre bioética, direitos humanos e inclusão social

Evento em Brasília reúne 400 especialistas e estudantes da América Latina e Caribe para debates.

UNESCO realiza congresso para relacionar bioética com direitos humanos e inclusão social.

O IV Congresso Internacional da Rede de Bioética da América Latina e do Caribe, criada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), começa hoje na sede da Fiocruz na Universidade de Brasília e permanece até o dia 1º. de dezembro, com enfoque nos temas bioética, direitos humanos e inclusão social. Especialistas da área de bioética irão analisar maneiras pelas quais o tema pode contribuir com o desenvolvimento de políticas públicas e atividades na área de educação continuada que favorecem a implementação de estratégias orientadas a inclusão social e equidade em questões de saúde.  Além da UNESCO, organiza também o evento a Sociedade Brasileira de Bioética (SBB).

A abertura da conferência contou com a palestra do Dr. Volnei Garrafa (Brasil), presidente da Cátedra UNESCO de Bioética da Universidade de Brasília, e membro do Comitê Internacional de Bioética (IBC) da UNESCO e no encerramento haverá a palestra do doutor Victor Penchaszadeh (Argentina), Consultor de Bioética da Organização Pan-Americana da Saíde (OPAS). Entre as duas palestras, mais de 400 especialistas e estudantes de diversos países da América Latina e Caribe, incluindo Brasil, Colômbia, Cuba, Jamaica e Peru trocarão experiências sobre temas relacionados a bioética. (Confira aqui a programação do evento)