Começam as aulas da Capacitação para o Empreendedorismo para refugiados e migrantes

A primeira turma da Capacitação para o Empreendedorismo oferecida para migrantes e refugiados no estado de Santa Catarina já está ativa desde 27 de abril. As aulas, que são on-line, ocorrem por meio da parceria entre a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e a ONG Círculos de Hospitalidade.

A iniciativa aumentará o conhecimento dos beneficiários sobre o acesso a direitos, fornecerá apoio psicossocial, promoverá programas de emprego compostos por treinamento de habilidades, treinamento em empreendedorismo, capital inicial, feiras econômicas, setor privado e mapeamento de oportunidades de emprego; e oferecerá aulas de língua portuguesa.

Foto: OIM

A primeira turma da Capacitação para o Empreendedorismo oferecida para migrantes e refugiados no estado de Santa Catarina já está ativa desde 27 de abril. As aulas, que são on-line, ocorrem por meio da parceria entre a Organização Internacional para as Migrações (OIM) e a ONG Círculos de Hospitalidade, desenvolvida no âmbito do projeto Oportunidades.

Essa oferta inicial, que terá duração de um mês, foi adaptada para ser realizada à distância, em função da pandemia da COVID-19, e conta com uma turma de 20 pessoas. Ao menos 90 pessoas refugiadas e migrantes serão capacitadas para o empreendedorismo.

A capacitação faz parte do projeto que a OIM e a Círculos de Hospitalidade implementam em conjunto para promover a inserção econômica e de trabalho de venezuelanos e migrantes de países vizinhos ao Brasil em Santa Catarina.

O projeto aumentará o conhecimento dos beneficiários sobre o acesso a direitos, incluindo direitos trabalhistas e educacionais; fornecerá apoio psicossocial; promoverá programas de emprego compostos por treinamento de habilidades, treinamento em empreendedorismo, capital inicial, feiras econômicas, setor privado e mapeamento de oportunidades de emprego; e oferecerá aulas de língua portuguesa.

O intuito é alcançar mais de três mil pessoas em situação vulnerável no estado de Santa Catarina até dezembro.

Estas iniciativas são realizadas no marco do projeto “Oportunidades – Integração no Brasil”, implementado pela OIM e realizado com o financiamento da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O projeto visa apoiar o governo brasileiro, nas suas diferentes esferas, e o setor privado na integração econômica de venezuelanos e migrantes de países vizinhos ao Brasil que estejam em situação de vulnerabilidade no país.