Com foco no combate às drogas e ao crime, ONU e governo brasileiro inauguram escritório em Brasília

Fedotov (dir.) e Maximiano (esq.) mostram placa marcando lançamento do escritório. Foto: UNODC/Isaac Amorim

Foi inaugurado nesta quarta-feira (8) o novo Escritório de Ligação e Parceria, em Brasília, pertencente ao Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). O lançamento foi realizado no Setor Comercial Sul da capital federal, num espaço concedido pelo governo brasileiro que abrigará as novas instalações do local. Estavam presentes o diretor executivo do UNODC, Yury Fedotov, junto ao Secretário Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça, Vitore Maximiano, além do coordenador residente do Sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek.

“A abertura de um Escritório de Ligação e Parceria no Brasil é um momento muito importante para o UNODC no desenvolvimento de respostas integradas para os problemas das drogas ilícitas e do crime organizado transnacional”, disse Fedotov, que também é subsecretário-geral da ONU.

Desde 2001, o UNODC contava com um escritório regional localizado em Brasília, cobrindo Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. Agora que passou a ser um Escritório de Ligação e Parceria, o UNODC em Brasília irá atuar num novo formato focado em cooperação regional e inter-regional, incluindo iniciativas Sul-Sul, com ênfase em promover a colaboração e o diálogo com outros países e baseada em melhores práticas internacionais.

Para isso, o UNODC e o governo brasileiro desenvolverão um plano de trabalho conjunto destinado à criação de uma plataforma neutra de cooperação internacional. Fedotov espera que o formato do escritório possa servir como um modelo importante para iniciativas similares com outros países de tamanha relevância, como é o caso do Brasil.

Segundo Fedotov, a estratégia a médio prazo do Escritório será focada nas seguintes áreas: crime organizado transnacional; tráfico ilícito, incluindo de drogas; corrupção; prevenção ao terrorismo; justiça; prevenção e tratamento do uso de drogas; análise de tendências; e apoio à pesquisa e ao desenvolvimento de políticas.

O Diretor Executivo do UNODC realiza sua primeira visita oficial ao país. Sua missão de quatro dias contou com uma visita à UPP do Pavão-Pavãozinho/Cantagalo, no Rio de Janeiro, e inclui encontros com autoridades do governo brasileiro, representantes de organizações da sociedade civil e jornalistas para discutir questões relacionadas ao tráfico de drogas, prevenção e tratamento do uso de drogas, crime organizado transnacional e tráfico de pessoas.