Com apoio do UNICEF, 5ª Semana do Bebê do Recife realiza mais de 1.100 atividades

Com mais de 1.100 atividades programadas até o próximo domingo (26), a 5ª Semana do Bebê do Recife – uma parceria entre a Prefeitura do Recife e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) – começou com uma grande estratégia de mobilização social em diversos pontos da capital pernambucana.

Apresentando o tema “Alimentar o presente é cuidar do futuro”, a iniciativa aborda a questão da alimentação saudável, mas também a importância do afeto e de se priorizar o desenvolvimento das crianças de até 6 anos, na chamada primeira infância.

Abertura oficial da 5ª Semana do Bebê do Recife aconteceu na segunda-feira (20), no Teatro Santa Isabel. Foco é na necessidade de investir no desenvolvimento das crianças entre zero e seis anos. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Abertura oficial da 5ª Semana do Bebê do Recife aconteceu na segunda-feira (20), no Teatro Santa Isabel. Foco é na necessidade de investir no desenvolvimento das crianças entre zero e seis anos. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Com mais de 1.100 atividades programadas até o próximo domingo (26), a 5ª Semana do Bebê do Recife – uma parceria entre a Prefeitura do Recife e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) – começou com uma grande estratégia de mobilização social em diversos pontos da capital pernambucana.

Apresentando o tema “Alimentar o presente é cuidar do futuro”, a iniciativa aborda a questão da alimentação saudável, mas também a importância do afeto e de se priorizar o desenvolvimento das crianças de até 6 anos, na chamada primeira infância.

A abertura das atividades foi realizada nesta segunda-feira (20), no Teatro Santa Isabel. O prefeito Geraldo Júlio reforçou o engajamento da sociedade na preservação do desenvolvimento das crianças nesses primeiros anos de vida. “A primeira infância é uma pauta que, globalmente, tem sido muito priorizada. O desenvolvimento das crianças de até 6 anos é importante para a formação do aprendizado e da cidadania”, destacou.

Com cerca de 50% de atividades a mais do que em 2018, a programação conta com o envolvimento de várias secretarias, além do apoio da sociedade civil, com escolas particulares, comércio e influenciadores digitais.

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Dennis Larsen, chefe do UNICEF para o território do Semiárido, destaca que a Semana do Bebê é uma importante parceria para o fortalecimento das ações realizadas nos municípios com relação a cuidados, promoção, prevenção e assistência às crianças.

“A iniciativa é um marco para o UNICEF e ficamos bastante impressionados com o envolvimento de tantas áreas. Precisamos desse tipo de envolvimento para garantir os direitos das crianças e enfrentar os desafios que ainda enfrentamos”, disse Dennis.

A programação completa está disponível no site da prefeitura (clique aqui).

Semana do Bebê

A Semana do Bebê é uma das principais estratégias do UNICEF para assegurar a atenção adequada a crianças de até 6 anos de idade. O objetivo é tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil uma prioridade na agenda dos municípios brasileiros.

A cada edição, ocorrem discussões sobre temas como mortalidade infantil, aleitamento materno, gravidez na adolescência, formação de vínculo e estimulação do bebê, por meio da organização de oficinas, atividades lúdicas e culturais.

A primeira Semana do Bebê foi realizada no ano 2000, em Canela, Rio Grande do Sul. E, desde 2013, a Semana do Bebê também faz parte das ações estratégicas de participação social do Selo UNICEF, outra iniciativa do UNICEF para melhorar as condições de vida das crianças e dos adolescentes no Semiárido e na Amazônia Legal Brasileira.