Com apoio do Brasil, Moçambique revisa estratégia nacional de alimentação escolar

Representantes do Centro de Excelência contra a Fome — fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas — participaram de evento em Moçambique este mês para harmonizar as ferramentas de gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PRONAE).

O encontro teve como objetivo revisar a proposta da Estratégia de Alimentação Escolar do país junto aos atores envolvidos na implementação do PRONAE.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Representantes do Centro de Excelência contra a Fome — fruto de uma parceria entre o governo brasileiro e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas — participaram de evento em Moçambique este mês para harmonizar as ferramentas de gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PRONAE).

O encontro teve como objetivo revisar a proposta da Estratégia de Alimentação Escolar do país junto aos atores envolvidos na implementação do PRONAE.

O Centro de Excelência e o Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE) apresentaram notas técnicas que apoiam a necessidade de uma lei de alimentação escolar que estabeleça o marco legal do PRONAE. O Brasil também compartilhou experiências de monitoramento do programa de alimentação escolar brasileiro e a inclusão da alimentação escolar nos planos governamentais plurianuais. Esta informação servirá de subsídio aos manuais que o governo moçambicano prepara para seu programa nacional.

O encontro ocorreu na província de Tete, uma das províncias onde o projeto-piloto do PRONAE foi executado. A agenda do evento incluiu uma visita à Escola Primária da Comunidade Matambo, para que os participantes pudessem ver de perto como o programa está sendo implementado.

A missão fez parte do projeto “Apoio à consolidação e expansão da PRONAE”, que inclui Centro de Excelência, governo brasileiro, por meio do FNDE, e da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), e o escritório do PMA em Moçambique, além da Direção de Nutrição e Saúde Escolar do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano de Moçambique.