Com apoio do Banco Mundial, Camboja investe em educação na primeira infância

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Embora a taxa de matrícula no ensino primário tenha aumentado para cerca de 98% em 2015, a taxa de matrícula nacional para crianças de 3 a 5 anos foi de apenas 41% em 2016. Por meio de um projeto do Banco Mundial para a primeira infância, 100 escolas formais e pré-escolas comunitárias foram abertas no Camboja, beneficiando mais de 125 mil estudantes de 3 a 5 anos de idade.

Investir em crianças pequenas é um dos gastos mais inteligentes que um país pode fazer para enfrentar a desigualdade, romper o ciclo da pobreza e melhorar a qualidade de vida no futuro. Saiba mais nesse vídeo.

Saiba mais nesse vídeo e em www.worldbank.org/cambodia.


Mais notícias de:

Comente

comentários