Com apoio da ONU, processo de diálogo político entra em nova fase em El Salvador

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Enviado especial da ONU para facilitar o diálogo em El Salvador encerrou na última sexta (7) seu mandato. O objetivo agora é apoiar as propostas e recomendações dos vários setores da sociedade salvadorenha para promover o diálogo político.

Santa Tecla e o vulcão de San Salvador, El Salvador. Foto: Diego Brito/Flickr/CC

Santa Tecla e o vulcão de San Salvador, El Salvador. Foto: Diego Brito/Flickr/CC

O enviado especial da ONU para facilitar o diálogo em El Salvador, Benito Andión, encerrou na última sexta (7) seu mandato. Com isso, entra em uma nova fase o processo de consultas técnicas realizadas pelo diplomata.

O objetivo agora, informou a ONU, é apoiar as propostas e recomendações dos vários setores da sociedade salvadorenha para promover o diálogo político, criando as condições necessárias para seu sucesso.

As Nações Unidas informaram que vão continuar apoiando o processo de implantação de uma equipe técnica. A ONU reiterou que o secretário-geral da organização, António Guterres, continuará apoiando o país e pode voltar a se envolver mais diretamente no processo.

O governo de El Salvador solicitou em maio do ano passado que a ONU apoie seus esforços para alcançar um consenso nacional em sua agenda para a paz sustentável.

Como parte deste esforço, em janeiro deste ano Guterres nomeou Benito Andión, do México, como seu enviado especial por um período de seis meses para facilitar o diálogo.


Comente

comentários