Com apoio da ONU, jovens usam grafite para revitalizar paradas de ônibus no Distrito Federal

Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime vai contratar oito jovens para promover ações de mobilização, empreendedorismo e autonomia juvenil com coletivos de Ceilândia e Sobradinho II. Inscrições até 1 de fevereiro.

Com apoio da ONU, jovens estão revitalizando 72 paradas de ônibus com grafites que ilustram a história de Sobradinho, no Distrito Federal. As pinturas são feitas pelo grupo  Onde a Periferia Acontece (OPA) juntamente com a Administração Regional de Sobradinho e o Programa Jovem de Expressão – que promove ações de empoderamento e de prevenção à violência, ao crime e ao uso de drogas, incentivando os jovens de 18 a 29 anos a praticarem dança e basquete de rua, entre outras atividades.

O Programa Jovem de Expressão é uma iniciativa da Central Única das Favelas do Distrito Federal (CUFA-DF), do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e do Grupo Caixa Seguros.

Desde de novembro, 15 paradas já foram revitalizadas por grafiteiros da região e convidados. A previsão é de que todas as paradas sejam grafitadas até o fim de fevereiro.

Para incentivar ações como esta, o UNODC vai contratar quatro jovens de Ceilândia e quatro de Sobradinho II para desenvolver ações de mobilização, empreendedorismo e autonomia juvenil com coletivos locais. Os jovens podem enviar propostas até 1 de fevereiro. Para saber como participar, clique aqui.