Com apoio da ONU, delegação de Uganda visita Brasil para aprender sobre proteção social

Promovida pelo Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG/PNUD), objetivo foi ajudar a preparar o grupo para liderar e promover de forma eficaz a coordenação das intervenções de proteção social em Uganda.

Um dos objetivos da delegação ugandense será aprender sobre os sistemas de execução e coordenação no contexto dos programas de desenvolvimento social brasileiros, como o Programa Bolsa Família, o Brasil sem Miséria e o Cadastro Único. Foto: Agência Brasil

Um dos objetivos da delegação ugandense será aprender sobre os sistemas de execução e coordenação no contexto dos programas de desenvolvimento social brasileiros, como o Programa Bolsa Família, o Brasil sem Miséria e o Cadastro Único. Foto: Agência Brasil

O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG) – vinculado ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) – recebeu no final de fevereiro representantes do Governo de Uganda para uma visita de estudos.

O objetivo foi ajudar a preparar o grupo para liderar e promover de forma eficaz a coordenação das intervenções de proteção social em Uganda, sob a nova Política Nacional de Proteção Social do país.

A delegação, chefiada pelo secretário permanente do Ministério de Gênero, Trabalho e Desenvolvimento Social, Pius Bigirimana, foi composta de 11 técnicos sêniores de diversos ministérios e de organizações internacionais, interessados em aprender sobre os sistemas de execução e coordenação no contexto dos programas de desenvolvimento social brasileiros, como o Programa Bolsa Família, o Brasil sem Miséria e o Cadastro Único.

Membros do Governo da República de Uganda estiveram no Brasil para aprender sobre o sistema de proteção social do país, visando à implementação de um quadro de políticas nacionais ‘Visão 2040’. Foto: IPC-IG

Membros do Governo da República de Uganda estiveram no Brasil para aprender sobre o sistema de proteção social do país, visando à implementação de um quadro de políticas nacionais ‘Visão 2040’. Foto: IPC-IG

Niky Fabiancic, coordenador-residente do Sistema das Nações Unidas no Brasil, representante-residente do PNUD e diretor do IPC-IG, ressaltou a importância da troca de conhecimento e do aprendizado mútuo entre os países, destacando sua certeza na forte parceria que será construída entre o IPC-IG e o Governo de Uganda.

As demais sessões contaram com apresentações de pesquisadores do IPC-IG, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), de modo a contextualizar o sistema de proteção social brasileiro. Saiba tudo sobre a visita clicando aqui.