Com apoio da ONU, Conferência Nacional de Educação em Brasília reúne 4 mil participantes

A presidenta Dilma Rousseff visitou a conferência e ressaltou a importância da educação para a redução da desigualdade e para o estímulo ao mundo do conhecimento, da pesquisa científica e tecnológica e da inovação.

Jovens são 11% da população do Brasil. Foto: AGECOM/Carol Garcia.

Jovens são 11% da população do Brasil. Foto: AGECOM/Carol Garcia.

Mais de 9% dos adolescentes que cursam o ensino médio no Brasil já abandonaram os estudos, enquanto 12,2% já tiveram reprovações e 31,1% não estão na série adequada para a sua idade.

Para discutir esta realidade foi realizada a II Conferência Nacional de Educação (CONAE), que aconteceu em Brasília em novembro e reuniu cerca de 4 mil educadores, gestores e representantes da sociedade civil de todo o país. O objetivo do encontro foi discutir o atendimento às necessidades dos estudantes brasileiros do ensino médio.

A presidenta Dilma Rousseff visitou a conferência e ressaltou a importância da educação para a redução da desigualdade e para o estímulo ao mundo do conhecimento, da pesquisa científica e tecnológica e da inovação.

O evento contou com o apoio de diversas agências das Nações Unidas – PNUD, UNESCO, UNFPA, UNICEF e ONU mulheres.

“Criar espaços democráticos e participativos para discutir a educação no Brasil é fundamental para se alcançar a educação de qualidade que desejamos”, afirmou a coordenadora do setor de educação da UNESCO no Brasil, Maria Rebeca Otero Gomes.