Com apoio da ONU, 100 venezuelanos viajam de Boa Vista a Dourados neste sábado

Cerca de 100 venezuelanos que vivem atualmente em Boa Vista (RR) embarcam neste sábado (2) para a cidade de Dourados (MS), na maior interiorização já realizada pela Operação Acolhida na modalidade de vagas de emprego sinalizadas. Nesta modalidade, a integração das pessoas interiorizadas é acelerada, pois os venezuelanos viajam tendo vagas de emprego garantidas por uma empresa local.

A transferência de mulheres, crianças e homens venezuelanos de Roraima para outros estados brasileiros é um dos eixos da Operação Acolhida, que reúne as Forças Armadas, diversos ministérios do governo federal, agências do Sistema ONU no Brasil e entidades da sociedade civil organizada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cerca de 100 venezuelanos que vivem atualmente em Boa Vista (RR) embarcam neste sábado (2) para a cidade de Dourados (MS), na maior interiorização já realizada pela Operação Acolhida na modalidade de vagas de emprego sinalizadas. Nesta modalidade, a integração das pessoas interiorizadas é acelerada, pois os venezuelanos viajam tendo vagas de emprego garantidas por uma empresa local.

Esta é a primeira vez que o deslocamento ocorre com um voo fretado, que foi garantido pela Organização Internacional para as Migrações (OIM). A agência prevê outros voos como este, potencializando a capacidade de interiorização a fim de reduzir o impacto nas comunidades de acolhida em Roraima.

O grupo transferido para Dourados (MS) receberá uma ajuda de custo para suas necessidades iniciais oferecida pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR). A bolsa tem o objetivo de apoiar os venezuelanos no primeiro mês após a chegada à cidade de recepção. Os venezuelanos serão acolhidos em abrigos temporários articulados com a empresa e a sociedade civil até a obtenção de suas novas residências.

A transferência de mulheres, crianças e homens venezuelanos de Roraima para outros estados brasileiros é um dos eixos da Operação Acolhida, que reúne as Forças Armadas, diversos ministérios do governo federal, agências do Sistema ONU no Brasil e entidades da sociedade civil organizada.

A interiorização é um processo voluntário, no qual todos os beneficiários são previamente registrados pelo ACNUR, que também auxilia na obtenção da documentação necessária para a regularização desta pessoas no Brasil, juntamente com a OIM. A Operação Acolhida certifica-se de que cada indivíduo esteja devidamente vacinado e com seus exames de saúde atualizados.

Até o momento, cerca de 4.300 solicitantes de refúgio e migrantes venezuelanos já foram realocados para outras partes do país por meio da estratégia de interiorização promovida pelo governo federal.

Serviço

Atividade: Interiorização de solicitantes de refúgio e migrantes venezuelanos para Dourados (MS)
Dia: 2 de fevereiro de 2019
Local: Aeroporto Internacional de Boa Vista, RR
Previsão de embarque: 18h


Comente

comentários