Chile recebe 14ª Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e Caribe

Vice-presidentas e dezenas de ministras e altas autoridades de órgãos de políticas para as mulheres participam da 14ª Conferência Regional sobre a Mulher, que acontece até sexta-feira (31) na sede da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), em Santiago, no Chile. Trata-se do principal fórum inter-governamental sobre os direitos das mulheres e a igualdade de gênero na região.

O encontro é organizado pela CEPAL com apoio da ONU Mulheres. Tem como tema central a autonomia das mulheres em cenários econômicos em mudança. O evento será transmitido ao vivo em: http://www.cepal.org.

Manifestação em Buenos Aires, na Argentina, pelo fim da violência contra as mulheres. Participante exibe cartaz com o lema #NiUnaMenos. Foto: Flickr (CC)/Colectivo La Luz

As vice-presidentas da Colômbia, Marta Lucía Ramírez, e da Costa Rica, Epsy Campbell; o vice-presidente de El Salvador, Félix Ulloa, e dezenas de ministras e altas autoridades de órgãos de políticas para as mulheres participarão da 14ª Conferência Regional sobre a Mulher, que acontece até sexta-feira (31) na sede da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), em Santiago, no Chile. Trata-se do principal fórum inter-governamental sobre os direitos das mulheres e a igualdade de gênero na região.

O encontro é organizado pela CEPAL com apoio da ONU Mulheres. Tem como tema central a autonomia das mulheres em cenários econômicos em mudança.

A abertura da conferência ocorrerá na terça-feira (28), às 14h30, com exposições da ministra da Mulher e da Igualdade de Gênero do Chile, Isabel Plá; da secretária-executiva da CEPAL, Alicia Bárcena; da diretora executiva-adjunta da ONU Mulheres, Åsa Regnér; da subsecretária de Relações Exteriores do Chile, Carolina Valdivia; da diretora do Instituto Nacional das Mulheres (INMUJERES) do Uruguai, Mariella Mazzotti; e da coordenadora-residente do Sistema das Nações Unidas no Chile, Silvia Rucks. São aguardadas representantes de organizações da sociedade civil, universidades, organismos inter-governamentais e do Sistema das Nações Unidas, entre outras personalidades.

A Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e Caribe é um órgão subsidiário da CEPAL. É convocada regularmente desde 1977 para identificar a situação regional e subregional a respeito da autonomia e dos direitos das mulheres, apresentar recomendações em termos de políticas públicas de igualdade de gênero e realizar avaliações periódicas das atividades voltadas ao cumprimento dos acordos regionais e internacionais. As últimas edições aconteceram em Montevidéu (2016), Santo Domingo (2013), Brasília (2010) e Quito (2007).

Na conferência em Santiago, Alicia Bárcena apresentará o documento “A autonomia das mulheres em cenários econômicos em mudança”, para estimular os debates das delegações. O programa da conferência é composto por seis painéis, uma sessão especial, uma mesa-redonda e mais de 30 eventos paralelos.

Entre os destaques, estão painel de alto nível sobre a Estratégia de Montevidéu para a Implementação da Agenda Regional de Gênero no Marco do Desenvolvimento Sustentável até 2030, adotada em 2016, durante la 13ª Conferência Regional; sessão especial sobre o 25º aniversário da Declaração e Plataforma de Ação de Pequim (Pequim+25); e mesa-redonda sobre os desafios das políticas integrais para a igualdade de gênero.

Estão programados painéis temáticos sobre globalização e igualdade de gênero, revolução digital, economia do cuidado e mudança climática. Ao final, acontecerá uma sessão plenária para consideração e aprovação dos acordos da conferência.

O evento será transmitido ao vivo em: www.cepal.org