Chefes de Estado e de Governo se reúnem na 66ª Sessão da Assembleia Geral da ONU

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Chefes de Estado e de Governo dos 193 Países-Membros das Nações Unidas estarão reunidos na sede em Nova York durante debate geral anual da Assembleia Geral da ONU a partir de quarta-feira (21/9).

Chefes de Estado e de Governo se reúnem na 66a Sessão da Assembleia Geral da ONU. Foto: ONU/Susan Markisz

Chefes de Estado e de Governo dos 193 Países-Membros das Nações Unidas estarão reunidos na sede da Organização, em Nova York, durante o debate geral anual da Assembleia Geral da ONU a partir de quarta-feira, 21 de setembro. Como é tradição desde a primeira Assembleia Geral, que aconteceu em 1947, o Brasil abrirá o debate geral, que este ano terá como tema “O papel da mediação na solução de disputas por meios pacíficos”.

Três reuniões de alto nível também acontecerão na Sede da ONU em Nova York para marcar o início da 66ª Sessão da Assembleia Geral durante os dias 19, 20 e 22 de setembro, com a presença dos Chefes de Estado e de Governo.

A primeira reunião de alto nível será realizada nos dias 19 e 20 de setembro e vai tratar da prevenção e do controle de doenças não transmissíveis em todo o mundo, especialmente dos desafios enfrentados pelos países em desenvolvimento. (Para mais informações, clique aqui).

A segunda reunião de alto nível, no dia 20 de setembro, terá como foco a desertificação, a degradação do solo e a seca no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza, como preparação para a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), agendada para junho de 2012. (Para mais informações, clique aqui)

A terceira reunião de alto nível da Assembleia será realizada na quinta-feira, 22 de setembro, e vai celebrar o 10º aniversário da Declaração e do Programa de Ação de Durban – o projeto da comunidade internacional para ação na luta contra o racismo. (Para mais informações, clique aqui)

Dentre os principais assuntos na agenda da 66ª Sessão da Assembleia encontram-se:

  • Objetivos de Desenvolvimento do Milênio;
  • Mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável;
  • Segurança alimentar;
  • O papel da mediação na solução pacífica de conflitos;
  • Reconstrução e fortalecimento de Estados frágeis e em pós-conflito;
  • Desarmamento;
  • Reforma das Nações Unidas, incluindo a reforma do Conselho de Segurança, a revitalização da Assembleia Geral e a reafirmação do papel central da Organização na governança global.

Outros grandes eventos serão realizados durante a 66ª Sessão, que ocorre até setembro de 2012. Na primeira semana de dezembro de 2011 (data a ser anunciada), a Assembleia vai dedicar duas reuniões para dar seguimento ao Ano Internacional dos Voluntários, em seu décimo aniversário. (Para mais informações, clique aqui)

Na mesma semana, nos dias 7 e 8 de dezembro, a Assembleia vai realizar seu 5º Diálogo de Alto Nível sobre Financiamento para o Desenvolvimento. (Para mais informações, clique aqui)

Em junho de 2012, a Assembleia também deve fazer uma Revisão da Estratégia Global da ONU Antiterrorismo e de sua implementação pelos Estados-Membros, e vai considerar uma atualização da Estratégia em resposta aos atuais acontecimentos. (Para mais informações, clique aqui)

Debate Geral

O debate geral anual da Assembleia, que oferece aos Estados-Membros a oportunidade de expressar suas visões sobre grandes questões internacionais, será realizado de quarta-feira, 21 de setembro, a sexta-feira, 30 de setembro.

Sobre o Presidente da Assembleia Geral

Antes de ser eleito Presidente da 66ª Sessão da Assembleia Geral, Nassir Abdulaziz al-Nasser era o Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário, Representante Permanente do Estado do Catar na ONU em Nova York desde 11 de setembro de 1998. Ele atuou na Missão Permanente como Ministro Plenipotenciário de outubro de 1986 a janeiro de 1993 e foi Embaixador (não residente) do Estado do Catar para os seguintes países: Paraguai, Uruguai, Colômbia, Panamá, Nicarágua e Belize, Canadá, Argentina, Brasil e Cuba.

Al-Nasser começou sua carreira diplomática em novembro de 1972, como adido na Embaixada do Estado do Catar em Beirute (Líbano). De maio de 1975 a agosto de 1975, foi designado para a Embaixada do Estado do Catar em Islamabad (Paquistão), e de dezembro de 1975 a agosto de 1981 ocupou o cargo de Cônsul-Geral do Estado do Catar em Dubai (Emirados Árabes Unidos). Atualmente, ocupa o posto de Subsecretário do Ministério das Relações Exteriores do Estado do Catar.

Na ONU, foi Presidente da Comissão de Alto Nível sobre Cooperação Sul-Sul, durante o período de três anos entre 2007 e 2009; Presidente da Quarta Comissão (Assuntos Políticos Especiais e Descolonização) da Assembleia Geral das Nações Unidas durante sua 64ª Sessão; e Vice-Presidente da 57ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas. Durante a participação como membro não-permanente do Catar no Conselho de Segurança, em 2006 e 2007, o Embaixador Al-Nasser foi representante do seu país no Conselho e presidiu o Conselho durante o mês de dezembro de 2006. Em 2004, ele também atuou como Presidente do Grupo dos 77 e China na ONU.

Sobre a Assembleia Geral

A Assembleia Geral, instituída pela Carta das Nações Unidas em 1945, é o principal órgão deliberativo de formulação de políticas das Nações Unidas. É constituída pelos representantes dos 193 Estados-Membros da Organização e tem um papel de primeiro plano na promoção dos objetivos e dos princípios da Carta da ONU, como fórum sem paralelo para a discussão multilateral de todas as questões internacionais. Desempenha igualmente um papel importante no processo de estabelecimento de normas e na codificação do direito internacional.


Comente

comentários