Chefe da UNESCO condena assassinato de blogueiro em Bangladesh

Ananta Das Bijoy foi morto no dia 12 de maio por quatro homens mascarados na cidade de Sylhet; situação de jornalistas no país preocupa ONU.

A chefe da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) expressou nesta segunda-feira (18) grave preocupação com a segurança dos jornalistas cidadãos em Bangladesh após o assassinato do blogueiro, Ananta Das Bijoy, no dia 12 de maio.

“Eu condeno o assassinato de Ananta Das Bijoy e apelo às autoridades para garantam que os responsáveis por este assassinato sejam levados à justiça”, disse a diretor-geral da UNESCO, Irina Bokova, em comunicado de Paris. “Punir tais ataques é indispensável para manter o debate público livre e a liberdade de expressão por profissionais de mídia e cidadãos comprometidos.”

O blogueiro foi morto por quatro homens mascarados em uma rua na cidade de Sylhet em plena luz do dia. Das Bijoy tinha contribuído para o site do Mukto-Mona (Pensamento Livre) criado por Avijit Roy, um blogueiro americano de origem bengalês, que foi assassinado durante uma visita a Dhaka em 26 de fevereiro. Das Bijoy também escrevia para o trimestral Jukti (Lógica).