CEPAL recebe inscrições para 20ª edição de curso sobre economias latino-americanas

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) deu início ao período de candidaturas para a edição deste ano de seu curso sobre economias latino-americanas, um programa de formação dirigido a jovens pesquisadores, graduados e pós-graduados, interessados em estudar o processo de desenvolvimento na região.

A vigésima edição do curso ocorrerá entre 15 de julho e 30 de setembro na sede da organismo regional das Nações Unidas em Santiago, no Chile. Saiba como se inscrever.

A CEPAL deu início ao período de candidaturas para seu curso sobre economias latino-americanas 2019. Foto: PEXELS

A CEPAL deu início ao período de candidaturas para seu curso sobre economias latino-americanas 2019. Foto: PEXELS

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) deu início ao período de candidaturas para a edição deste ano de seu curso sobre economias latino-americanas, um programa de formação dirigido a jovens pesquisadores, graduados e pós-graduados, interessados em estudar o processo de desenvolvimento na região.

A vigésima edição do curso ocorrerá entre 15 de julho e 30 de setembro na sede da organismo regional das Nações Unidas em Santiago, no Chile.

As candidaturas poderão ser feitas pela Internet até 12 de abril. A lista de pessoas selecionadas será publicada no site da CEPAL em 19 de abril.

O curso, coordenado pela Divisão de Desenvolvimento Produtivo e Empresarial da CEPAL, foi criado em 2000 e desde então teve a participação de mais de 500 estudantes de 35 países e de diferentes universidades do mundo.

As aulas, em espanhol e inglês, são ministradas por pesquisadores da CEPAL e por prestigiados professores de diversas universidades, tanto da América Latina e do Caribe como de outras regiões.

Trata-se de um espaço de pensamento plural que promove discussão, reflexão, geração e intercâmbio de ideias sobre os problemas latino-americanos, com base nos aportes especializados das diferentes divisões da CEPAL e os avanços na fronteira da pesquisa acadêmica.

A nova edição do curso tem colaboração do Institute for New Economic Thinking.

A inscrição e o curso estão isentos de pagamento. Os participantes precisam arcar com os custos de transporte, viagem, acomodação e hospedagem.


Comente

comentários