CEPAL e UNOPS unem esforços para impulsionar gestão pública justa na América Latina e Caribe

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo, firmaram na semana passada (18) em Bruxelas um acordo para promover a melhora contínua da gestão pública de maneira justa e igualitária na região.

O compromisso tem o objetivo de fortalecer a gestão pública por meio de ações conjuntas para a construção de melhores serviços públicos que maximizem transparência, eficiência e eficácia dos gastos.

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo. Foto: UNOPS

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo. Foto: UNOPS

A secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Alicia Bárcena, e a diretora-executiva do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Grete Faremo, firmaram na semana passada (18) em Bruxelas um acordo para promover a melhora contínua da gestão pública de maneira justa e igualitária na região.

O compromisso tem o objetivo de fortalecer a gestão pública por meio de ações conjuntas para a construção de melhores serviços públicos que maximizem transparência, eficiência e eficácia dos gastos.

Uma boa administração pública deve enfrentar as causas estruturais da exclusão, das desigualdades e da pobreza, uma vez que melhora a qualidade de bens e serviços e o acesso a eles. Além disso, gera economias significativas de fundos públicos que podem ser reinvestidos para aumentar a cobertura de serviços, espaços e bens, diminuindo a corrupção e as práticas ineficientes.

Por meio desse acordo, CEPAL e UNOPS promovem a implementação da Agenda 2030, contribuindo para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), principalmente o ODS 16, que trata de paz, justiça e instituições eficazes.

O trabalho vai combinar a experiência da CEPAL no desenvolvimento de soluções para os desafios econômicos e sociais mais urgentes da região, juntamente com a experiência do UNOPS na implementação integral de projetos, de compras e de infraestrutura pública.


Comente

comentários