CEPAL completa 70 anos de trabalho pelo crescimento inclusivo e sustentável

A Comissão Econômica da ONU para a América Latina e o Caribe (CEPAL) completou 70 anos nesta semana. Fundado em 25 de fevereiro de 1948, o organismo trabalha pelo crescimento sustentável e orienta países em estratégias de desenvolvimento que permitam enfrentar problemas sociais. Em anos recentes, a agência das Nações Unidas tem defendido o fim da ‘cultura de privilégios’ que perpetua desigualdades estruturais na região.

Sede da CEPAL, em Santiago do Chile. Foto: Carlos Vera/CEPAL

Sede da CEPAL, em Santiago do Chile. Foto: Carlos Vera/CEPAL

A Comissão Econômica da ONU para a América Latina e o Caribe (CEPAL) completou 70 anos nesta semana. Fundado em 25 de fevereiro de 1948, o organismo trabalha pelo crescimento sustentável e orienta países em estratégias de desenvolvimento que permitam enfrentar problemas sociais. Em anos recentes, a agência das Nações Unidas tem defendido o fim da “cultura de privilégios” que perpetua desigualdades estruturais na região.

Desde sua criação, a CEPAL buscou fortalecer as relações econômicas regionais, bem como entre seus Estados-membros — que atualmente somam 46 nações — e países de outras partes do mundo. O organismo da ONU ofereceu análises e respostas a desafios latino-americanos, como o auge e o declínio da industrialização motivada pela substituição de importações.

A comissão também propôs políticas e estratégias no período em que modelos de desenvolvimento socioeconômico tiveram de ser reformulados, tendo em vista a globalização produtiva e financeira. Atualmente, a instituição da ONU auxilia nações a lidar com a crescente incerteza sobre os rumos da mundialização da economia. Outros problemas na pauta do organismo são o aumento das desigualdades e a crise ambiental global.

Desde 2008, a comissão é dirigida por Alicia Bárcena, a primeira mulher a se tornar secretária-executiva da CEPAL. Ao longo da última década, a agência das Nações Unidas implementou uma agenda de trabalho que elegeu a igualdade como núcleo do desenvolvimento sustentável e o avanço tecnológico como motor de transformações na matriz produtiva regional. Com isso, a instituição alinhou seu trabalho à Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável.

A CEPAL é uma das cinco comissões regionais da ONU, que mantém organismos semelhantes na África, Europa, Ásia-Pacífico e Ásia Ocidental. Além disso, é o único órgão intergovernamental do Secretariado das Nações Unidas na América Latina e no Caribe.

O aniversário da agência será comemorado ao longo de 2018 com atividades em Santiago, no Chile, onde está localizada sua sede, e também em Nova Iorque, onde fica o Escritório da ONU para Comissões Regionais.


Comente

comentários