Centro de ciências da saúde inaugura mural histórico para celebrar seus 50 anos

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME) inaugurou na sexta-feira (6), em São Paulo, um mural para celebrar seus 50 anos de história.

Para o representante da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, Joaquín Molina, o centro é importante porque fornece ferramentas que ajudam a transformar informações difusas em conhecimento.

“É isso que nos permite tomar as decisões mais acertadas para ajudar os países a cumprirem os compromissos internacionais que assumiram, garantindo assim a melhoria da saúde da população.”

Este slideshow necessita de JavaScript.

O Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME) inaugurou na sexta-feira (6), em São Paulo, um mural para celebrar seus 50 anos de história. Durante a cerimônia, a diretora adjunta da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), Isabella Danel, disse que a instituição desempenha um papel fundamental no apoio aos países das Américas.

“Hoje nos une um momento de festejo, a celebração de meio século de nossa querida BIREME. São 50 anos de inovação científica e técnica nas ciências da saúde pública, 50 anos de um trabalho que atualmente se evidencia em ações de cooperação técnica em 37 países e no trabalho em rede com mais de 2 mil instituições dentro e fora das Américas”, afirmou.

Segundo o diretor do BIREME, Diego Gonzales, é fundamental reconhecer o empenho e compromisso de todos os atores que fazem e fizeram parte desta trajetória. “Quero felicitar a todos os colaboradores, passados e presentes, de nossa equipe e as várias instituições governamentais, acadêmicas e outras”, disse.

Para o representante da OPAS/OMS no Brasil, Joaquín Molina, o centro é importante porque fornece ferramentas que ajudam a transformar informações difusas em conhecimento. “É isso que nos permite tomar as decisões mais acertadas para ajudar os países a cumprirem os compromissos internacionais que assumiram, garantindo assim a melhoria da saúde da população. Gerações e gerações de profissionais de saúde e tomadores de decisão vêm tendo no BIREME um apoio inestimável”.

Em mensagem gravada em vídeo, a diretora da OPAS/OMS, Carissa F. Etienne, disse que o acesso aberto à informação científica e técnica é muito importante para políticas e processos de tomada de decisão. Também em um depoimento de vídeo, o subdiretor da OPAS/OMS, Francisco Becerra, elogiou o trabalho da instituição. “Graças ao BIREME, democratizamos o acesso à informação em saúde”.

Mural

O BIREME foi criado em 1967 como Biblioteca Regional de Medicina e não mudou a sigla, após ampliar a atuação para a área de ciências da saúde como um todo, porque esse nome já era uma marca.

O recém-inaugurado mural da instituição apresenta informações sobre seus diretores e alguns dos principais produtos e serviços, como a Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), a Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), os Descritores em Ciências da Saude (DeCS), a Série dos Congressos Regionais de Informação em Ciências da Saúde (CRICS), entre outros.


Mais notícias de:

Comente

comentários