Centro da ONU e município de Miguel Pereira firmam parceria para combater doenças de origem animal

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O município de Miguel Pereira, no estado do Rio de Janeiro, firmou nesta semana um convênio na área de saúde veterinária com o Centro Pan-americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA). Com a parceria, o governo e a instituição de pesquisa capacitarão profissionais de serviços veterinários, produtores de alimentos e comerciantes para estimular o manejo adequado da comida e fortalecer a vigilância sanitária contra doenças transmitidas por animais.

PANAFTOSA firma parceria com município fluminense de Miguel Pereira. Foto: PANAFTOSA

PANAFTOSA firma parceria com município fluminense de Miguel Pereira. Foto: PANAFTOSA

O município de Miguel Pereira, no estado do Rio de Janeiro, firmou nesta semana um convênio na área de saúde veterinária com o Centro Pan-americano de Febre Aftosa (PANAFTOSA). Com a parceria, o governo e a instituição de pesquisa capacitarão profissionais de serviços veterinários, produtores de alimentos e comerciantes para estimular o manejo adequado da comida e fortalecer a vigilância contra doenças transmitidas por animais.

A partir da cooperação técnica, o PANAFTOSA — vinculado à Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) — quer contribuir para prevenir a proliferação de zoonoses no município. O projeto será desenvolvido como iniciativa-piloto.

Com 25 mil habitantes, Miguel Pereira é um município serrano, com chuvas bem distribuídas ao longo do ano e temperaturas médias relativamente constantes. O turismo é uma das principais atividades econômicas da cidade, além da indústria e da agricultura.

As ações propostas pela cooperação com o PANAFTOSA devem beneficiar sobretudo o setor agrícola local, contribuindo para o fornecimento de alimentos saudáveis e seguros para a população do município e de outras cidades. O centro da OPAS tem a expectativa de que a parceria ajude a reduzir o número de casos de doenças transmitidas por animais e por comida contaminada na região.


Mais notícias de:

Comente

comentários