Centro da ONU discute parcerias com a União Africana sobre alimentação escolar

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Centro de Excelência contra a Fome da ONU visitou neste mês a cidade de Adis Abeba, na Etiópia, para discutir a implementação de um grupo de trabalho da União Africana sobre alimentação escolar. Em encontros com representantes do bloco e do Programa Mundial de Alimentos (PMA), a equipe da instituição afirmou seu apoio à iniciativa, que vai ampliar o debate do tema em nível continental.

O Centro de Excelência contra a Fome apoia países africanos a reproduzir iniciativas brasileiras de alimentação escolar. Na imagem, criança se alimenta em centro do Programa Mundial de Alimentos na Região das Nações, Nacionalidades e Povos do Sul (SNNPRS), na Etiópia. Foto: PMA/Silvanus Okumu

O Centro de Excelência contra a Fome, mantido pela ONU e pelo Brasil, apoia países africanos e asiáticos a reproduzir iniciativas brasileiras de alimentação escolar. Na imagem, criança se alimenta em centro do Programa Mundial de Alimentos na Região das Nações, Nacionalidades e Povos do Sul (SNNPRS), na Etiópia. Foto: PMA/Silvanus Okumu

O Centro de Excelência contra a Fome da ONU visitou neste mês a cidade de Adis Abeba, na Etiópia, para discutir a implementação de um grupo de trabalho da União Africana sobre alimentação escolar. Em encontros com representantes do bloco e do Programa Mundial de Alimentos (PMA), a equipe da instituição afirmou seu apoio à iniciativa, que vai ampliar o debate do tema em nível continental.

A primeira reunião do grupo de trabalho acontecerá em outubro, quando serão divulgados uma estratégia e um plano de atividades. O Centro de Excelência — que foi criado por uma parceria entre a ONU, o Brasil e o Reino Unido — apoiará a União Africana e o PMA na elaboração dos documentos, baseando-se em experiências prévias de apoio à alimentação escolar.

De 4 a 6 de julho, o diretor do Centro, Daniel Balaban, e a chefe de programa do organismo, Christiani Buani, participaram de diálogos com Sarah Mbi Enow Anyang, comissária da União Africana para Recursos Humanos, Ciência e Tecnologia da União Africana, Josefa Leonel Correa Sacko, comissária para Economia Rural e Agricultura, e Angelline Rudakubana, diretora do Escritório para a África do PMA.

Na pauta das discussões, além do grupo de trabalho, também foi avaliada a participação futura da União Africana no Fórum Global de Nutrição Infantil e em outros eventos de alto nível sobre segurança alimentar e nutricional. Especialistas conversaram ainda sobre os próximos passos para a implementação de uma plataforma online, que permitirá a troca de informações sobre alimentação escolar. Portal tem o apoio do Centro de Excelência.


Mais notícias de:

Comente

comentários