Celebridades buscam apoio a fundo de combate a Aids, tuberculose e malária

Faltando apenas três semanas para a 6ª Conferência de Reabastecimento do Fundo Global de Combate à Aids, Tuberculose e Malária (Fundo de Lyon), as celebridades Annie Lennox, Diane Kruger, Natalie Portman e Penélope Cruz lançaram uma petição online pedindo às pessoas que assinem uma carta aberta para crianças de 7 anos.

A carta promete acabar com a epidemia de AIDS, tuberculose e malária até 2030 — o ano em que as crianças se tornarão adultas — e é um pedido de ação para que o mundo intensifique a luta para acabar com as três doenças infecciosas mais fatais. O relato é do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS).

A atriz de nacionalidade israelense e norte-americana Natalie Portman. Foto: UNAIDS

A atriz de nacionalidade israelense e norte-americana Natalie Portman. Foto: UNAIDS

Faltando apenas três semanas para a 6ª Conferência de Reabastecimento do Fundo Global de Combate à Aids, Tuberculose e Malária (Fundo de Lyon), as celebridades Annie Lennox, Diane Kruger, Natalie Portman e Penélope Cruz lançaram uma petição online pedindo às pessoas que assinem uma carta aberta para crianças de 7 anos.

A carta promete acabar com a epidemia de AIDS, tuberculose e malária até 2030 — o ano em que as crianças se tornarão adultas — e é um pedido de ação para que o mundo intensifique a luta para acabar com as três doenças infecciosas mais fatais.

A carta diz: “vamos ser honestos, estamos deixando vocês com uma grande lista de tarefas a cumprir — combater a injustiça, promover a igualdade, proteger o planeta. Mas prometemos a vocês o seguinte: nos próximos 11 anos, faremos todo o possível para eliminar um tópico dessa lista. Na verdade, eliminaremos três coisas: AIDS. Tuberculose. Malária. Vamos intensificar essa luta, para que vocês não precisem fazer isso.”

Mulheres e meninas continuam a ser desproporcionalmente afetadas pelo HIV. Em todo o mundo, quase 1.000 mulheres jovens e meninas são infectadas com HIV todos os dias. Desigualdade de gênero, discriminação, violência, acesso limitado à educação e falta de serviços personalizados impedem o acesso de mulheres e meninas a cuidados de saúde e fomentam novas infecções.

A petição foi lançada como uma carta aberta assinada por mais de 40 artistas, atletas e ativistas globais, e mais de 35.000 pessoas em todo o mundo se juntaram a eles nessa promessa.

“Testemunhei pessoalmente a devastação causada pela AIDS, tuberculose e malária em todo o mundo. Temos as ferramentas para acabar com essas doenças. Se agirmos agora, podemos alcançar esse objetivo global até 2030. Vamos pôr um fim a essas epidemias, de uma vez por todas! Isso pode ser feito”, disse a cantora e compositora escocesa Annie Lennox.

“Como mãe, estou profundamente preocupada com o legado que deixaremos para a próxima geração. Enquanto as crianças de hoje têm muitas batalhas pela frente, estou determinada que a AIDS, a tuberculose e a malária não serão deixadas para elas cuidarem”, afirmou a atriz espanhola Penélope Cruz.

Este ano é um momento decisivo na luta contra a AIDS, tuberculose e malária. A França sediará a 6ª Conferência de Reabastecimento do Fundo Global em Lyon, em 10 de outubro de 2019, onde líderes mundiais, filantropos e empresas se reunirão para fazer compromissos ao Fundo Global.

O Fundo Global busca arrecadar pelo menos 14 bilhões de dólares nos próximos três anos para ajudar a salvar 16 milhões de vidas, reduzir pela metade a taxa de mortalidade por HIV, tuberculose e malária, e construir sistemas de saúde mais fortes até 2023.

Para fazer parte do movimento e participar da promessa, visite change.org/stepupthefight