Capacitação em Sergipe transforma gestores públicos em multiplicadores da Agenda 2030

A capacitação de gestores públicos para se tornarem multiplicadores da Agenda 2030 é peça-chave no processo de territorialização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Com esse objetivo, ocorre até sexta-feira (14) em Aracaju (SE) o Programa Presencial de Capacitação em Territorialização dos ODS, com a presença de representantes de governos municipais e estadual, do setor privado e da sociedade civil de Sergipe.

O curso é oferecido na segunda etapa de implementação do projeto de cooperação técnica Territorialização e Aceleração dos ODS, implementado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em parceria com a Petrobras.

Vista de Aracaju (SE). Foto: Rui Rezende

Vista de Aracaju (SE). Foto: Rui Rezende

A capacitação de gestores públicos para se tornarem multiplicadores da Agenda 2030 é peça-chave no processo de territorialização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Com esse objetivo, ocorre até sexta-feira (14) em Aracaju (SE) o Programa Presencial de Capacitação em Territorialização dos ODS, com a presença de representantes de governos municipais e estadual, do setor privado e da sociedade civil de Sergipe.

Os participantes são provenientes das cidades de Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão.

O curso é oferecido na segunda etapa de implementação do projeto de cooperação técnica Territorialização e Aceleração dos ODS, implementado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em parceria com a Petrobras.

Haverá palestras com especialistas, discussões sobre a análise de indicadores municipais para monitorar o desenvolvimento, e será realizado um mapeamento de atores locais para a construção de parcerias e a identificação de políticas e programas para acelerar o desenvolvimento local.

O compartilhamento de projetos e boas práticas, além da análise dos planos plurianuais dos municípios e ações para captação de recursos, também farão parte do encontro.

Ao final do curso, os participantes serão instruídos a elaborarem um plano de trabalho com dez atividades a serem realizadas em 2020, com o apoio técnico de consultores do PNUD. O objetivo é formar um grupo de multiplicadores dos ODS na região.

Para a segunda fase do projeto, foram selecionados 28 municípios, em diferentes regiões do país. Durante o ano de 2020, gestores públicos dessas cidades participarão do curso e promoverão atividades alinhadas à implementação da Agenda 2030 e dos ODS.

Com a participação de representantes de diferentes setores da sociedade, o projeto tem como foco formar multiplicadores nas cidades atendidas pela inciativa, de forma a impactar, no longo prazo, o desenvolvimento sustentável local.

Projeto

Iniciado em 2019, o projeto Territorialização e Aceleração dos ODS já capacitou mais de 2.300 gestores públicos, representantes da sociedade civil e do setor privado dos 116 municípios atendidos pela iniciativa, por meio de um curso online.

Ao longo de dois meses, no segundo semestre do ano passado, os alunos aprofundaram os conhecimentos sobre desenvolvimento territorial, alinhamento do planejamento local aos ODS, principais fontes de informação sobre o tema e monitoramento de metas. Aos alunos que completaram o curso, foram fornecidos certificados de participação.

Também em 2019, o PNUD realizou amplo trabalho de consolidação de indicadores dos 116 municípios participantes do projeto para gerar os “Diagnósticos Situacionais ODS”, documentos que mostrarão aos governos municipais e à sociedade civil o grau de alinhamento dos índices de desenvolvimento local às 169 metas da Agenda 2030.

Paralelamente, também foram elaboradas Avaliações Integradas Rápidas (RIAs) de alinhamento dos 116 Planos Plurianuais aos ODS. Esses documentos analíticos serão entregues e discutidos com todos os municípios ao longo do primeiro semestre de 2020.