#ZeroDiscriminação

  • Tamanho da fonte:

 

Já imaginou viver em um mundo livre de estigma e discriminação, onde tod@s possam usufruir dos mesmos direitos e oportunidades?

Encerramento do Curso de Formação de Jovens Lideranças na sede das Nações Unidas. Foto: Jessyca Zaniboni/UNAIDS

Encerramento do Curso de Formação de Jovens Lideranças na sede das Nações Unidas. Foto: Jessyca Zaniboni/UNAIDS

Mari Antunes, Embaixadora de Boa Vontade do UNAIDS Brasil, com a borboleta da iniciativa. Foto: Genilson Coutinho/UNAIDS

Mari Antunes, Embaixadora de Boa Vontade do UNAIDS Brasil, com a borboleta da iniciativa.
Foto: Genilson Coutinho/UNAIDS

Por isso, o UNAIDS e seus 11 copatrocinadores da família da ONU trabalham o ano todo para promover a iniciativa #ZeroDiscriminação.

O objetivo é combater qualquer tipo de estigma e discriminação tendo como resposta a promoção da tolerância, da compaixão e paz.

O processo de transformação rumo a sociedades e comunidades livres de preconceitos pode ser conquistado pelo respeito à diversidade e pela defesa dos direitos humanos.

Jovens de todo o Brasil participam das comemorações do Dia Mundial da #ZeroDiscriminação.

Jovens de todo o Brasil participam das comemorações do Dia Mundial da #ZeroDiscriminação.

“Eu convoco todas e todos para se unirem ao movimento pela justiça social, igualdade e equidade, de modo que todas as pessoas possam viver com respeito e dignidade.” (Michel Sidibé, Diretor Executivo do UNAIDS)

O UNAIDS conta com o apoio de a defensores dos direitos humanos, celebridades e artistas, como Daw Aung San Suu Kyi, Mateus Solano, David Luiz e Mari Antunes, para transformar o mundo em um lugar melhor todos dias.

O UNAIDS convoca o craque de futebol, David Luiz, para o time da #ZeroDiscriminação.

O UNAIDS convoca o craque de futebol, David Luiz, para o time da #ZeroDiscriminação.

Você também pode se juntar a nós e a milhares de pessoas por um mundo com #ZeroDiscriminação, compartilhando sua selfie com a borboleta-símbolo da iniciativa e as mensagens da página do UNAIDS Brasil e do portal www.zerodiscriminacao.org.br

Mateus Solano, Embaixador de Boa Vontade do UNAIDS, tem um recado para você:

Comente

comentários