Campanha na TV defende empoderamento das mulheres e igualdade de gênero

A vinheta “Direitos Iguais” será veiculada pela TV Globo e afiliadas até 11 de março, em rede nacional. Criada pela emissora, a campanha foi assinada em parceria com a ONU Mulheres e o Fundo Elas.

Na semana do Dia Internacional das Mulheres, a agência da ONU anunciou também parcerias com as empresas Smiles, BM&FBovespa e Livelo.

Mulheres e homens com direitos iguais, deveres iguais, oportunidades iguais. Divisão de tarefas de cuidado. Cargos iguais. Salários iguais. Respeito às diferenças. E não às desigualdades.

Com essas mensagens, a vinheta criada pelo Grupo Globo, assinada em parceria com a ONU Mulheres Brasil e o Fundo Elas, defende o empoderamento das mulheres e a igualdade de gênero, recriando espaços de encontro entre mulheres e homens no contexto de igualdade que precisa fazer parte do dia a dia de brasileiras e brasileiros.

“A animação incentiva a igualdade entre mulheres e homens como algo possível, ao mesmo tempo em que mostra para o público como as desigualdades marcam as trajetórias de vida das mulheres e dos homens por gerações”, disse Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil.

A vinheta “Direitos Iguais” está sendo veiculada pela TV Globo e afiliadas até 11 de março, em cadeia nacional durante a Semana das Mulheres.

ONU Mulheres firma parceria com Smiles e Livelo

Até 12 de março, as empresas de programas de fidelidade Smiles e Livelo realizam uma ação de arrecadação de recursos para investir em projetos implementados pela ONU Mulheres.

A partir da transferência de 5 mil pontos do Programa Ponto pra Você da Livelo para o Smiles será gerado um bônus de 40% para cada cliente, enquanto 10% dos pontos transferidos serão doados para projetos da ONU Mulheres Brasil. As milhas dos bônus serão disponibilizadas até 24 de março.

A campanha ganhou o apoio voluntário do ator Érico Brás e da atriz Kênia Maria, que convidam clientes da Smiles e da Livelo a participar da ação. Em vídeo, a dupla afirma: “vamos fazer uma corrente do bem, transformar essa campanha numa ação de mobilização inesquecível, contribuindo para manutenção de projetos para o empoderamento das mulheres”.

De acordo com a representante da ONU Mulheres Brasil, “a promoção é uma oportunidade de ação concreta de apoio ao trabalho que a ONU Mulheres vem desenvolvendo no Brasil, para o empoderamento das mulheres e meninas, na sua diversidade, e para a construção de um Planeta 50-50 com igualdade de gênero até 2030”.

Planeta 50-50 em 2030

Proposta pela ONU Mulheres, em 2015, em apoio à Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável dos Estados-membros das Nações Unidas, a iniciativa “Por um planeta 50-50 em 2030: um passo decisivo pela igualdade de gênero” tem como propósito ampliar e consolidar as parcerias com governos, empresas, universidades, sociedade civil e mídia para o empoderamento das mulheres por meio de medidas concretas e cumulativas para eliminar as desigualdades de gênero até 2030.

A agenda coloca como prioridades elementos positivos de investimento, com ações efetivas de captação de recursos para a promoção da igualdade de gênero em todos os níveis, conforme a Agenda de Ação de Addis Abeba, documento resultante da 3ª Conferência Internacional para o Financiamento para o Desenvolvimento.

BM&FBovespa une-se à causa das mulheres

Pela primeira vez, neste Dia Internacional das Mulheres, o Brasil se somou à cooperação global Toque o Sino pela Igualdade de Gênero por meio da BMF&Bovespa, aliando-se a outras 43 bolsas de valores do mundo apoiadoras do empoderamento das mulheres.

Em sua terceira edição no mundo, a cerimônia realizada em São Paulo nesta quarta-feira (8) teve como objetivo aumentar a conscientização do setor privado sobre a promoção da igualdade de gênero e do desenvolvimento sustentável como fundamentais para impulsionar a economia global.

Na ocasião, a BMF&Bovespa aderiu aos Princípios de Empoderamento das Mulheres — Igualdade Significa Negócios, da ONU Mulheres e do Pacto Global, somando-se a outras 100 companhias brasileiras. No mundo, mais de 1,4 mil empresas firmaram compromisso com a igualdade de gênero.

“Tocamos os sinos da Bovespa para que as mulheres sejam priorizadas e para que seja fortalecida a distribuição dos recursos econômicos a partir do desenvolvimento sustentável com igualdade de gênero, raça e etnia”, disse Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil.

Uma das prioridades da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável dos Estados-membros da ONU, a igualdade de gênero tem sido incorporada nas práticas de empresas.
Essa perspectiva conduz ao aprimoramento de práticas, a parcerias público-privadas e investimento de recursos para alcançar a igualdade entre mulheres e homens e o valor financeiro de longo prazo.

Embora reconheça cada vez mais que o avanço da igualdade de gênero por meio de operações de negócios e cadeias de valor significa melhores talentos, maior produtividade, mais clientes e uma linha de fundo mais forte, o progresso continua lento. Para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o setor privado precisa continuar avançando em ritmo acelerado, alertou a ONU Mulheres.

A série de eventos Toque o Sino (Ring the Bell) pretende incentivar as partes interessadas a remover barreiras legais, sociais e econômicas que estão restringindo o empoderamento econômico das mulheres.

A série de eventos é uma parceria da Iniciativa de Bolsas de Valores Sustentáveis juntamente com Pacto Global das Nações Unidas, ONU Mulheres, Corporação Financeira Internacional (IFC), Women in ETFs e Federação Mundial de Bolsas de Valores.