Campanha discute necessidade de eliminar expressões racistas do vocabulário popular

Vídeo foi produzido em parceria com a Rede Globo. Foto: Reprodução

Nesta semana, o Brasil lembra os 132 anos da abolição da escravatura, ocorrida em 13 de maio de 1888. A data é uma oportunidade de revisitar as cicatrizes deixadas pela escravidão, ainda sentidas na sociedade atual: racismo, discriminação e iniquidades.

A Rede Globo começa a veicular nesta quarta-feira (13) um vídeo produzido em parceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) que reflete sobre o racismo a partir de frases do cotidiano.

Com o mote “Tudo começa pelo Respeito”, foi criado para alertar, por meio de expressões populares, sobre como o racismo se faz presente na sociedade e como é preciso começar a mudar a história a partir dos detalhes.

“Esta é uma excelente forma de estimular um debate que precisa urgentemente ser ampliado. O racismo e as práticas discriminatórias continuam a impedir que a população negra do país desfrute de forma equitativa de oportunidades e tenham todos os seus direitos assegurados”, disse a representante do UNFPA no Brasil, Astrid Bant.

“Essa discussão é essencial, sobretudo, para avançarmos rumo às recomendações da Década Internacional de Afrodescendentes.”

O vídeo será exibido pela emissora de 12 a 15 de maio. Confira: