Brasileiro José Graziano chefiará FAO pela segunda vez

José Graziano da Silva, atual diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), deve se reeleger ao cargo, que ocupa desde 2011.

José Graziano da Silva, diretor-geral da FAO. Foto: FAO.

José Graziano da Silva, diretor-geral da FAO. Foto: FAO.

O brasileiro José Graziano da Silva, atual diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), é o único candidato para as próximas eleições para o cargo.

Na data limite para a apresentação de candidaturas, neste sábado, 31 de janeiro, a única indicação recebida pelos Países-membros da FAO foi a do governo brasileiro, que propôs a reeleição de Graziano.

A eleição para o cargo de diretor-geral para um mandato de quatro anos, a partir de agosto de 2015, terá lugar durante a 39ª Sessão da Conferência da FAO, que acontece entre 6 e 13 de junho, na sede da Organização, em Roma (Itália).

Os membros votam em escrutínio secreto seguindo o sistema de “um país, um voto”, e é necessária uma maioria simples para eleger o novo diretor-geral.

Graziano foi eleito pela primeira vez em junho de 2011.