Brasileiro é um dos candidatos a Diretor-Geral da OMC

O processo de seleção será concluído no fim de maio. Roberto Carvalho de Azevêdo disputa o cargo com candidatos de Gana, Costa Rica, Indonésia, Nova Zelândia, Quênia, Jordânia, México e Coreia do Sul.

O Governo do Brasil nomeou o embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo como candidato ao cargo de Diretor-Geral da Organização Mundial do Comércio (OMC). (Foto: Agência Brasil)

O Governo do Brasil nomeou o Embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo como candidato ao cargo de Diretor-Geral da Organização Mundial do Comércio (OMC). O diplomata concorre com outros oito candidatos, e o escolhido vai substituir o atual líder da agência, Pascal Lamy, que fica no cargo até 31 de agosto. O processo de seleção será concluído no fim de maio com o anúncio do selecionado pelo Conselho Geral da OMC.

Representações
Roberto Carvalho de Azevêdo é representante permanente do Brasil em várias organizações internacionais com sede em Genebra, incluindo a OMC. Ele é também embaixador da Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) e da União Internacional das Telecomunicações (UIT).

Outros candidatos
O Embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo disputa o cargo de Diretor-Geral da OMC com candidatos de Gana, Costa Rica, Indonésia, Nova Zelândia, Quênia, Jordânia, México e Coreia do Sul. Entre os nove concorrentes, três são mulheres.