Brasileira é nomeada diretora regional da ONU Mulheres para a América Latina e o Caribe

Luiza Carvalho atuava como coordenadora residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) nas Filipinas desde 2012, onde liderou a resposta emergencial após a passagem do tufão Haiyan.

Coordenadora da ONU nas Filipinas, a brasileira Luiza Carvalho cumprimentando crianças de uma escola em Tacloban. Foto: OCHA/Gemma Cortes

Coordenadora da ONU nas Filipinas, a brasileira Luiza Carvalho cumprimentando crianças de uma escola em Tacloban. Foto: OCHA/Gemma Cortes

A brasileira Luiza Carvalho foi nomeada na última quarta-feira (22) diretora regional da ONU Mulheres para a América Latina e o Caribe, com sede no Panamá. Até o anúncio, Luiza atuava como coordenadora residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) nas Filipinas desde 2012, onde liderou a resposta emergencial após a passagem do tufão Haiyan.

Luiza aportará à agência mais de 15 anos de experiência no Sistema das Nações Unidas, onde começou no Brasil em 1999 como representante de programas e, posteriormente, como coordenadora da Unidade de Políticas Setoriais. De 2005 a 2008, Luiza atuou como representante residente adjunta de Programa e Operações no PNUD da Venezuela e, em 2008, nomeada como coordenadora residente da ONU e representante residente do PNUD na Costa Rica.

Durante mais de 15 anos, Luiza trabalhou com o governo do Distrito Federal nas áreas de desenvolvimento social das cidades satélites de Brasília, como trabalhadora de campo, logo como supervisora de Programa e como assessora para o Departamento de Planejamento do Governo do Distrito Federal.

Luiza é doutora em Sociologia pela Universidade de Essex (Reino Unido), e possui um mestrado em Planejamento e Desenvolvimento Social pela Escola de Economia e Ciências Políticas de Londres (Reino Unido); um diploma em Gestão de Políticas Públicas na Geração de Emprego pela Universidade de Campinas (Brasil); um diploma em Planejamento e Gestão pela Universidade de Brasília e graduação em Administração Social.