Brasil presidirá Conselho de Segurança em fevereiro

País se encarregará da direção de todos os trabalhos do órgão durante a presidência rotativa; embaixadora Maria Luiza Ribeiro Viotti diz que país promoverá um debate temático, mas assunto ainda não foi escolhido. Da Rádio ONU em Nova York.

Embaixadora do Brasil junto às Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro ViottiMônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Brasil está se preparando para assumir a presidência rotativa do Conselho de Segurança em fevereiro de 2011. O órgão é dirigido a cada mês por um de seus 15 países-membros. Durante o período, a nação fica encarregada também de presidir todos os trabalhos do Conselho, além de convocar qualquer sessão extraordinária.

A presidência brasileira será ocupada pela embaixadora brasileira junto às Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti. Nesta entrevista à Rádio ONU, ela disse que o Brasil deve realizar um debate temático, mas o assunto ainda não foi escolhido. A embaixadora falou sobre a sessão de renovação do mandato do Timor-Leste.

“Haverá, como mencionei, a renovação do mandato da operação de paz no Timor-Leste, que é algo de muita importância para o Brasil e para os países de expressão portuguesa. Esperamos contar com a presença de autoridades de alto nível do Timor e aproveitar para discutir um pouco mais a situação no país e os próximos passos”, disse.

Analistas dizem que fevereiro poderá ser um mês importante para os trabalhos do Conselho de Segurança por causa da situação no Sudão. O país africano está realizando dois referendos sobre o futuro do Sul do Sudão e ainda a pertença de Abiey, a província central, que é rica em recursos naturais.

Ouça aqui a entrevista de Maria Luiza Ribeiro Viotti à Rádio ONU.