Brasil: Escritório de Direitos Humanos da ONU condena ataque contra Jair Bolsonaro

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Escritório para a América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) condenou nesta sexta-feira (7) o ataque contra o deputado federal e candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, ocorrido durante um ato de campanha no dia 6 de setembro em Juiz de Fora, estado de Minas Gerais, no Brasil.

Foto: Paulo Ellery/Flickr/CC

Foto: Paulo Ellery/Flickr/CC

O Escritório para a América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) condenou nesta sexta-feira (7) o ataque contra o deputado federal e candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, ocorrido durante um ato de campanha no dia 6 de setembro em Juiz de Fora, estado de Minas Gerais, no Brasil.

“Confiamos nas autoridades brasileiras para uma pronta investigação e punição dos responsáveis”, comentou a representante regional para América do Sul do ACNUDH, Birgit Gerstenberg, expressando a solidariedade de seu Escritório com o candidato.

O ACNUDH também observou o crescimento das tensões nas últimas eleições em países da América Latina e manifestou preocupação com os casos de ameaças contra candidatos concorrendo a cargos nos poderes executivo e legislativo no Brasil.

Para Birgit Gerstenberg, “o processo eleitoral precisa garantir o direito à participação nos assuntos públicos, incluindo o direito à vida e à integridade física, bem como às liberdades de expressão, reunião e associação”.

Para mais informações e pedidos da imprensa, por favor contatar María Jeannette Moya (mmoya@ohchr.org / +569222102970).


Mais notícias de:

Comente

comentários