Brasil e Programa Mundial de Alimentos inauguram Centro de Excelência Contra a Fome

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas e o governo do Brasil lançaram hoje (07/11) o Centro de Excelência Contra a Fome, que visa ajudar os países a melhorar, expandir e, eventualmente, executar seus programas nacionais de alimentação escolar para aprimorar a educação, nutrição e segurança alimentar de crianças em idade escolar.

Diretora Executiva do PMA, Josette Sheeran, durante lançamento do Centro de Excelência Contra a Fome.O Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas e o governo do Brasil lançaram hoje (07/11) o Centro de Excelência Contra a Fome, que visa ajudar os países a melhorar, expandir e, eventualmente, executar seus programas nacionais de alimentação escolar para aprimorar a educação, nutrição e segurança alimentar de crianças em idade escolar.

“Como um campeão mundial na luta contra a fome, o Brasil tem uma rica experiência a ser compartilhada com os governos interessados em aprender como os brasileiros obtiveram este êxito e adaptar esse conhecimento a seus próprios países”, disse a Diretora Executiva do PMA, Josette Sheeran. “O Centro de Excelência será uma experiência única na cooperação Sul-Sul para acabar com a fome. O Brasil tem tratado seriamente a questão do combate à fome e à desnutrição e agora está entre os que estão vencendo a fome mais rapidamente do que qualquer outra nação no planeta. Nós seremos parceiros para disseminar esse sucesso a outras nações que buscam acabar com a fome e a desnutrição.”

O Centro de Excelência, localizado em Brasília, vai auxiliar governos da África, Ásia e América Latina, utilizando a experiência do PMA e do Brasil na luta contra a fome, ao mesmo tempo em que irá promover modelos sustentáveis de alimentação escolar e outras redes de segurança alimentar e nutricional. O Centro já iniciou a parceria entre o PMA, Brasil, Moçambique, Timor-Leste e Haiti.

Os governos também serão capazes de desenvolver e aprimorar seus programas nacionais de alimentação escolar, acessando uma plataforma global de troca de informações sobre a merenda escolar e as melhores práticas de seus próprios programas.

O Centro será dirigido por Daniel Balaban, que ajudou a prover alimentação escolar para mais de 47 milhões de crianças quando foi Presidente do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação.

O Brasil é bem conhecido pelo sucesso do Fome Zero, estratégia para reduzir a pobreza e a insegurança alimentar, e do seu programa de alimentação escolar, que atinge diariamente cerca de 45 milhões de crianças por ano. A cada dia, em 60 países em todo o mundo, o PMA fornece alimentação escolar para cerca de 22 milhões de crianças.

Durante sua visita ao Brasil, a Diretora Executiva do PMA deve se encontrar com a Presidente Dilma Rousseff para agradecer ao Brasil pela determinação em continuar a luta contra a fome, no país e no exterior. “Quero agradecer por sua liderança, por nos mostrar o que pode ser feito para combater a fome no país e no exterior e também por sua crescente ajuda a o PMA na luta contra a fome em todo o mundo”, disse Sheeran.

Sheeran impulsionou o programa do Centro durante visita ao Brasil em 2010, quando estudou os casos de sucesso do Programa Fome Zero. “No ano passado, visitei o programa de alimentação escolar e cozinhas comunitárias na periferia de Brasília e testemunhei como o Brasil se firmou como modelo nesta área, integrando elementos vitais – desde o apoio aos agricultores familiares até a alimentação dos estudantes – para garantir o direito de cada pessoa a uma alimentação e a uma nutrição adequadas”, disse Sheeran. “Junto com o Brasil, estamos compartilhando este conhecimento com o resto do mundo.”

No vídeo abaixo (em inglês), Sheeran comentou a parceria e as relações com o Brasil:

Sobre o PMA

PMAO PMA é a maior agência humanitária em todo o mundo no combate à fome. A cada ano, fornece alimentos a mais de 90 milhões de pessoas em mais de 70 países. O PMA fornece agora feeds RSS para ajudar os jornalistas a acompanhar os últimos lançamentos de imprensa, vídeos e fotos publicadas na WFP.org. Para mais detalhes, veja: http://www.wfp.org/rss. Siga-nos no Twitter @wfp_media, @wfp_es

Outras informações em inglês, clique aqui.

Para mais informações, favor contatar

  • Alejandro Chicheri (alejandro.chicheri@wfp.org), PMA/America Latina e Caribe, em Salvador (Bahia). Tel.Mob Brasília: +55 61 93192393, Mob internacionais: +1 917 392 6159
  • Suzana Verissimo, Centro de PMA, que está em Salvador (Bahia)  Cel. Brasília: +55 61 91529759 ou +55 61 84939306
  • Elio Rujano, PMA/America Latina e Caribe, Tel. +507 317-3930, Mob. +507 6677 0608
  • Emilia Casella, PMA / Roma, Tel. +39 06 6513 3854, Mob. +39 347 9450634
  • Caroline Hurford, PMA/Londres , Tel. +44 20 72409001, Mob. +44 7968 008474
  • Rene McGuffin, PMA/Washington, Tel. +1 202 6530010 ext. 1149 Mob,. +1 202 4223383