Brasil é o terceiro país com mais financiamentos do Banco Mundial

Estado recebeu 2,5 bilhões de dólares para projetos e operações a fundo perdido entre julho de 2010 e junho de 2011 e manteve-se como o maior parceiro do BIRD.

O Brasil se transformou no terceiro maior receptor de recursos do Banco Mundial durante no Ano Fiscal 2011 (julho de 2010 a junho de 2011), com 2,5 bilhões de dólares divididos entre projetos e operações a fundo perdido.

Neste período, o país manteve-se como o maior parceiro do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) considerando 64 empréstimos em aberto, que somam mais de 13 bilhões de dólares – 85% para estados e municípios.

Foram mais de 370 operações com quase 50 bilhões de dólares em financiamentos desde 1949, especialmente nas áreas de gestão pública, infraestrutura, educação, saúde, água, meio ambiente, pobreza rural e proteção social.

O Banco Mundial também contribui com grande produção técnica de relevância para Brasil, como análises sobre o desenvolvimento de baixo carbono, sistema hospitalar, licenciamento ambiental, educação de qualidade, inovação tecnológica, envelhecimento populacional e efeitos das mudanças climáticas na Amazônia.