Brasil doa US$ 100 mil para vítimas de terremoto e tsunami na Indonésia

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O governo do Brasil anunciou neste mês (19) uma doação de 100 mil dólares para a resposta humanitária à crise na Indonésia, que foi palco de um terremoto e um tsunami em setembro último (28). Catástrofes atingiram a província de Sulawesi Central, deixando mais de 2,1 mil mortos e 4,6 mil indonésios com ferimentos graves. De acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM), 212 mil cidadãos foram deslocados pela tragédia.

Haviz, de apenas sete anos, anda em meio aos destroços de um prédio atingido pela catástrofe em Sulawesi. Foto: UNICEF/Wilander

Haviz, de apenas sete anos, anda em meio aos destroços de um prédio atingido pela catástrofe em Sulawesi. Foto: UNICEF/Wilander

O governo do Brasil anunciou neste mês (19) uma doação de 100 mil dólares para a resposta humanitária à crise na Indonésia, que foi palco de um terremoto e um tsunami em setembro último (28). Catástrofes atingiram a província de Sulawesi Central, deixando mais de 2,1 mil mortos e 4,6 mil indonésios com ferimentos graves. De acordo com a Organização Internacional para as Migrações (OIM), 212 mil cidadãos foram deslocados pela tragédia.

Ainda segundo a agência da ONU, 68 mil casas tiveram sua estrutura severamente danificada ou foram destruídas. A agência nacional de gerenciamento de desastres da Indonésia estima que 680 pessoas estejam desaparecidas, o que poderia elevar o número de vítimas fatais.

As contribuições do Brasil vão ao encontro do apelo internacional feito pelo governo do país asiático e pelo Escritório das Nações Unidas de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA). A doação será realizada pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Ministério das Relações Exteriores brasileiro. A pasta está em contato com o Programa Mundial de Alimentos (PMA), agência da ONU que tem auxiliado as autoridades da Indonésia a coordenar a logística da assistência às vítimas.

O anúncio do aporte brasileiro ocorreu durante encontro do chanceler Aloysio Nunes com os embaixadores de países da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN). A comunidade internacional está se mobilizando para enviar ajuda antes que a crise seja agravada pelas fortes chuvas que caem de novembro a junho na Indonésia.

Devido à dificuldade de acesso às áreas afetadas, as doações de recursos financeiros estão sendo encorajadas. Elas permitem também maior flexibilidade para apoiar o plano de recuperação do governo indonésio.

A cooperação humanitária

Desde agosto de 2016, a ABC tem coordenado as ações brasileiras de resposta a emergências e crises humanitárias. O organismo coordena doações de alimentos, medicamentos e outros itens de necessidade básica para países e populações que enfrentam desastres socioambientais, situações de calamidade pública, conflito armado e fome. O Itamaraty também presta assistência a nações e pessoas em contextos de ameaças generalizadas aos direitos humanos.

As iniciativas de ajuda humanitária reforçam o compromisso institucional que o Brasil tem com a cooperação internacional, princípio consagrado no artigo 4º da Constituição brasileira.


Mais notícias de:

Comente

comentários