Brasil começa a desenvolver sistema de indicadores sobre direitos humanos em parceria com PNUD e UNFPA

Iniciativa deverá ajudar a qualificar políticas públicas e possibilitar à sociedade melhor acompanhamento das ações relativas ao tema.

Brasil começa a desenvolver sistema de indicadores sobre direitos humanos Foto: Secretaria Nacional de Direitos Humanos

Começa a ganhar forma no Brasil um projeto que prevê a construção de um sistema nacional de indicadores e informações capaz de ajudar o país a avançar nas políticas de fortalecimento e promoção dos direitos humanos.

De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, os dados de que o país dispõe para a construção de políticas, principalmente dos grupos mais vulneráveis, estão dispersos e não possuem a sensibilidade necessária. “A criação desse sistema nacional vai ajudar a aprofundar e qualificar as discussões relativas ao tema”, assinala o coordenador-geral de Informações e Indicadores em Direitos Humanos da secretaria, Jorge Teles.

A iniciativa faz parte do projeto “Informações em Direitos Humanos: Identificando Potenciais e Construindo Indicadores”, desenvolvido pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) em parceria com a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Até o dia 17 de outubro, estão abertas as inscrições para contratação dos consultores técnicos que desenvolverão indicadores em áreas específicas como direitos civis e políticos, seguridade social (previdência e assistência sociais), trabalho e geração de renda, saúde e educação com foco em direitos humanos.