Confira o boletim da ONU Brasil #268

Edição de 20 de dezembro de 2018.

Visualize o boletim também em http://www.nacoesunidas.org/boletim268

Boletim quinzenal da ONU

Aula na rede estadual do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. Foto: Palácio Piratini/Gustavo Gargioni

UNICEF lança guia para gestores avaliarem qualidade do ensino médio

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a associação Ação Educativa lançaram nesta semana (19) um guia para que gestores de escolas públicas do ensino médio avaliem a qualidade das suas atividades pedagógicas e do ambiente acadêmico. A proposta de autoavaliação inclui reflexões sobre a diversidade de raça, gênero e orientação sexual nos colégios.

Os colombianos Boris e Miguel descobriram nas redes sociais da PARES Cáritas RJ, parceiro do ACNUR, a oferta de graduação gratuita oferecida pela UNISANTOS a pessoas em situação de refúgio. Foto: ACNUR

Irmãos colombianos concluem faculdade em Santos (SP) com bolsa integral para refugiados

Os irmãos colombianos Boris e Miguel descobriram nas redes sociais da organização Cáritas no Rio de Janeiro, parceira da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), a oferta de graduação gratuita destinada a pessoas em situação de refúgio.

Agora, eles estão prestes a ser formar, juntos, em Relações Internacionais, graças a uma bolsa de estudos oferecida pela Universidade Católica de Santos (UNISANTOS).

Enfiar o pé no plástico pode ter consequências tóxicas e duradouras para o planeta. Foto: ONU Meio Ambiente

ONU alerta para ‘ressaca’ de plástico descartável no Natal e Ano Novo

Nós todos já passamos por isso. Largados no sofá, lamentando aqueles chocolates a mais, estufados e sentindo um leve enjoo. Mas nós demos duro, trabalhamos tanto ao longo de todo o ano. A gente merece relaxar nas festas de fim de ano, não é? Em janeiro, a gente volta para a academia, volta para a dieta, volta para uma vida regrada. Não vai fazer mal.

Mas se a sua ressaca do Natal e Ano Novo tiver envolvido muito consumo de plástico, lamentamos informar que vai demorar bem mais do que uma corridinha no dia 1º de janeiro para se livrar do problema. O relato é da ONU Meio Ambiente.

Encontro entre refugiadas e gestores de RH abordou possibilidades de inserção no mercado de trabalho brasileiro. Foto: Pacto Global/Fellipe Abreu

Projeto da ONU promove diálogo entre mulheres refugiadas e gestores de empresas brasileiras

Para discutir oportunidades de emprego no Brasil, representantes de empresas nacionais e mulheres em situação de refúgio reuniram-se neste mês (13), em São Paulo, num encontro promovido pela Rede Brasil do Pacto Global da ONU. As refugiadas participaram de uma dinâmica de contratação e networking, promovida em parceria com a companhia WeWork.

Mãe e filha em centro de saúde apoiado pelo UNFPA. Agência presta serviços de saúde reprodutiva, sexual, materna e neo-natal. Foto: UNFPA Namíbia/Emma Mbekele

Negar direitos sexuais e reprodutivos prejudica progresso socioeconômico dos países, diz relatório

Negar o direito de mulheres, casais ou indivíduos escolherem quando e quantos filhos desejam ter pode prejudicar o progresso socioeconômico dos países, uma vez que, com esses direitos negados, as pessoas não desenvolvem plenamente seus potenciais.

A conclusão é do relatório “O poder de escolha: direitos reprodutivos e a transição demográfica”, divulgado em outubro pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

A CEPAL prevê crescimento de 2% para a economia brasileira em 2019. Foto: EBC

CEPAL: economia da América Latina e do Caribe deve crescer 1,7% em 2019

O ano de 2019 deve ser marcado por intensificação das incertezas econômicas mundiais. Isso repercutirá no crescimento da economia da América Latina e do Caribe que, em média, terá uma expansão de 1,7%, segundo as novas projeções apresentadas nesta quinta-feira (20) pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL).

Segundo organismo regional, os países da América Latina e do Caribe enfrentarão um cenário econômico mundial complexo nos próximos anos, em que se espera uma redução da dinâmica do crescimento, tanto dos países desenvolvidos como das economias emergentes, acompanhada por um aumento na volatilidade dos mercados financeiros internacionais. A isso se soma o enfraquecimento estrutural do comércio internacional, agravado pelas tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China.

Oficina em SP abordou importância da cobertura midiática sobre a primeira infância. Foto: ANDI - Comunicação e Direitos

PNUD discute direitos da infância com jornalistas brasileiros

A lei federal nº 13.257, conhecida como o Marco Legal da Primeira Infância, foi tema de uma oficina para radialistas realizada na quarta-feira (19) em São Paulo. A legislação estabelece diretrizes para as políticas públicas que têm como foco os meninos e meninas de até seis anos de idade. Entre as garantias previstas pelo texto, está o direito de brincar e a igualdade de responsabilidades entre pais e mães.

Segurança no trânsito é tema de publicação da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Foto: PEXELS/Kaique Rocha

ONU lança publicação em português sobre saúde e segurança no trânsito

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançou nesta semana (19) uma publicação em português sobre a resposta da saúde pública aos acidentes de trânsito. Eles são a causa de morte de 1,3 milhão de pessoas por ano em todo o mundo. As Américas respondem por 12% dessas mortes, com o Brasil sendo palco de 25% de todos os óbitos regionais no trânsito.

Fachada do Museu Nacional do Rio de Janeiro, interditado após o incêndio do último domingo. Foto: Agência Brasil/Tânia Rêgo

MEC anuncia parceria com a UNESCO para reconstruir Museu Nacional do Rio

O Ministério da Educação anunciou neste mês (13) uma parceria com a UNESCO no Brasil para reconstruir o Museu Nacional do Rio de Janeiro, atingido por um incêndio em setembro último. A cooperação entre a pasta e a agência da ONU vai apoiar a restauração do prédio, além de desenvolver um novo projeto curador e museográfico para a instituição.

Steven Jose participou da oficina e pôde resgatar um hobby que há muito não praticava: a pintura. Foto: ADRA/Fernando Borges

ONU, venezuelanos e brasileiros inauguram centro de assistência para refugiados em Manaus

Famílias venezuelanas participaram no último domingo (16), em Manaus (AM), da abertura do Centro de Apoio e Referência a Refugiados e Migrantes (CARE). Inauguração arrecadou quase quatro toneladas de alimentos para os estrangeiros, que receberam atendimento de saúde e odontológico e puderam cortar o cabelo gratuitamente durante o evento. Programação também promoveu oficinas de arte e doações de roupas e livros.

Da esquerda para a direita, Michelle Bachelet, alta-comissária da ONU para os Direitos Humanos; António Guterres, secretário-geral da ONU; Mariam Alkhawaja, representando a fundação Front Line Defenders; Joenia Wapichana, ativista e advogada indígena do Braisl; María Fernanda Espinosa, a presidente da Assembleia Geral da ONU; Munizae Jahangir, que recebeu o prêmio pela mãe, Asma Jahangir; Rebecca Gyumi, ativista da Tanzânia; e Catherine Pollard, subsecretária-geral da ONU para a Assembleia Geral e Gerência de Conferências. Foto: ONU/Evan Schneider

Na ONU, brasileira Joenia Wapichana recebe o Prêmio de Direitos Humanos 2018

Primeira advogada indígena do Brasil foi premiada ao lado da ativista dos direitos das meninas na Tanzânia, Rebecca Guymi, da advogada de direitos humanos no Paquistão, Asma Jahangit, e da fundação Front Line Defenders da Irlanda.

Durante visita na primeira semana de dezembro à EMBRAPA Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG), a missão marroquina conheceu a biologia da lagarta-do-cartucho, principal praga do milho, seus hábitos alimentares e estratégias de controle. Foto: FAO

EMBRAPA apoia Marrocos no combate a praga do cultivo de milho

Um acordo de cooperação entre o governo do Marrocos e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) deve ser firmado por meio da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) para a adoção de medidas de controle contra a Spodoptera frugiperda, a lagarta-do-cartucho, principal praga do milho.

A praga, responsável por perdas de até 40% na produção do cereal, está se aproximando do Marrocos, e a missão do país africano é implantar um plano de vigilância fitossanitária para proteção do patrimônio vegetal.

A FAO anunciou o mexicano Rafael Zavala como novo representante da entidade no Brasil. Foto: FAO ALC

Mexicano Rafael Zavala é novo representante da FAO no Brasil

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) anunciou nesta terça-feira (18) o mexicano Rafael Zavala como novo representante da entidade no Brasil.

Ele assume o posto de Alan Bojanic, representante da FAO Brasil pelos último seis anos, que agora comandará o escritório colombiano da FAO, em Bogotá.

Vista do bairro de São Conrado, no Rio de Janeiro, com a Rocinha em primeiro plano. Foto: Wikimedia/Alicia Nijdam

Parceria com universidade norte-americana monitora metas da ONU no Brasil

Para acompanhar o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU no Brasil, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) firmou no segundo semestre de 2018 uma parceria com o Pardee Center, da Universidade norte-americana de Denver. A instituição de pesquisa está recolhendo dados para monitorar os avanços das 27 unidades federativas rumo a essas metas globais.

Thomas e seus Amigos. Imagem: Mattel

Desenho animado ‘Thomas e seus Amigos’ divulga objetivos globais da ONU

Educação, igualdade de gênero, cidades sustentáveis, consumo responsável, vida terrestre. Cada um destes temas ganhou pelo menos um episódio especial na animação Thomas e seus Amigos, em exibição nas emissoras SBT e Cultura.

A iniciativa é fruto de uma parceria do Departamento de Informação Pública (DPI) da Organização das Nações Unidas (ONU) com a empresa Mattel para promover a Agenda 2030.

A aplicação dos questionários está prevista para abril de 2019, com o objetivo de alcançar mais de 2 mil pessoas. Foto: UNAIDS

Agências da ONU treinam voluntários para estudo sobre estigma e HIV no Brasil

Uma parceria entre o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) iniciou uma série de treinamentos para a realização de um estudo sobre estigma e discriminação contra pessoas vivendo com HIV no Brasil.

Realizada pela ONG Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero, a capacitação ocorre em sete capitais brasileiras, onde cerca de 60 voluntários são treinados para a aplicação dos questionários entre pares, com a proposta de levantar informações relevantes sobre estigma e discriminação em relação a essa população, hoje estimada em quase 900 mil pessoas no Brasil.

Vacina contra a febre amarela. Foto: EBC

Cinco países das Américas notificam casos de febre amarela

Cinco países das Américas notificaram casos confirmados de febre amarela desde março deste ano: Bolívia, Brasil, Colômbia, Guiana Francesa e Peru. As informações são da mais recente atualização epidemiológica da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), com dados fechados em 7 de dezembro.

No caso do Brasil, o informe destaca que, nos últimos três anos, houve uma expansão da área histórica de transmissão do vírus causador da doença. O país tem um padrão sazonal, com maior transmissão entre dezembro e maio. Porém, as epizootias (mortes de macacos) notificadas ao longo de 2018 mostraram que a circulação do vírus da febre amarela continuou durante o período de baixa transmissão (junho a novembro).

A visita permitiu que a ONU Brasil conhecesse os trabalhos desenvolvidos por estudantes e pelo corpo docente nas áreas de ciência, robótica, meio ambiente, tecnologia e história. Foto: ONU

ONU Brasil celebra 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Para celebrar o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a ONU Brasil promoveu concurso de redação e artes visuais sobre direitos humanos, que envolveu estudantes de ensino fundamental e médio de todo o Brasil.

O resultado é publicado nesta segunda-feira (10), em uma edição reunindo os melhores textos e desenhos entre as mais de 400 contribuições enviadas de todo o país.

Famílias de venezuelanos participam do programa de interiorização do Governo Federal. Iniciativa tem o apoio de diferentes agências da ONU, como a Organização Internacional para as Migrações (OIM). Foto: OIM

Juízes federais participam de curso da ONU sobre fluxo de venezuelanos

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) promoveu esta semana (de 5 a 7) em Brasília (DF) um curso para juízes federais com o objetivo de aprimorar as capacidades de resposta da Justiça ao aumento do fluxo de migrantes, refugiados e solicitantes de refúgio venezuelanos para o Brasil.

O treinamento faz parte do plano de resposta regional da OIM em coordenação com outras agências da ONU para oferecer apoio abrangente aos estados e partes interessadas que lidam com o fluxo venezuelano.

No Rio, o "Vamos Nessa" capacitou cinco professores de jiu-jitsu da Geração UPP, projeto que leva técnicas e doutrina das artes marciais a jovens de comunidades por meio de policiais militares. Foto: UNODC

Festival da ONU no DF aborda papel do esporte na prevenção do crime e do uso de drogas

O Centro Olímpico de Samambaia, região administrativa do Distrito Federal, realiza no sábado (8) o Festival Vamos Nessa, que celebra a conclusão este ano das atividades do projeto do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) para prevenção ao crime juvenil por meio dos esportes.

Financiado pelo governo do Qatar, o programa “Vamos Nessa” visa à promoção do esporte para prevenir o crime e aumentar a resiliência dos jovens vivendo em situação de risco.

Wannya Cipriano, de 32 anos, trabalha como auxiliar voluntária em uma escola pública de Maceió. Ao lado da irmã Walkíria, que trabalha com educação especial, descobriu a vocação para ensinar crianças que, assim como ela, têm síndrome de Down. Foto: Thiago Guimarães

Amor pela educação inclusiva desde o berço

Há cinco anos, Wannya Cipriano, de 32, atua como auxiliar voluntária em uma escola pública de Maceió. Ao lado da irmã Walkíria, que trabalha com educação especial, descobriu a vocação para ensinar crianças que, assim como ela, têm síndrome de Down.

O relato é do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que lembra a trajetória de Wannya neste 5 de dezembro, Dia Internacional do Voluntário.

Agenda 2030 para o Desenvolvimento SustentávelInstagramTwitterYouTubeVimeoFacebookCadastro

Vidas Negras; Década Internacional de Afrodescendentes

Acesse aqui todas as oportunidades de estágio e trabalho: www.nacoesunidas.org/vagas/brasil e outras oportunidades e editais em www.nacoesunidas.org/tema/editais

Leia mais em www.onu.org.br e acesse nossas redes em www.nacoesunidas.org/redes

Para não receber mais, peça para remover. Para se inscrever, clique aqui. Para edições anteriores, clique aqui.