Confira o boletim da ONU Brasil #259

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Edição de 31 de julho de 2018.

Visualize o boletim também em www.nacoesunidas.org/boletim259

Boletim quinzenal da ONU

A campanha Criança Esperança foi lançada oficialmente no sábado (28). Foto: UNESCO/Criança Esperança

 

Edição deste ano do Criança Esperança já recebe doações por telefone

O Criança Esperança chega a sua 33ª edição com uma rede de 30 mobilizadores, entre artistas, esportistas e jornalistas, que se unem para engajar a sociedade em torno da garantia dos direitos da infância e da juventude. Desde a criação da campanha, em 1986, já foram mais de 4 milhões de crianças e adolescentes beneficiadas pelos projetos apoiados.

As doações podem ser feitas pelos telefones 0500 2018 007 (7 reais); 0500 2018 020 (20 reais) e 0500 2018 040 (40 reais). Ou, ainda, pelo site do Criança Esperança durante todo o ano. As doações pelo site podem ser feitas a partir de 1 real. O Criança Esperança é uma campanha fruto de parceria entre Rede Globo e UNESCO.

O venezuelano Yofre, de 35 anos, participa de um encontro promovido pelo ACNUR no CTA São Mateus para mapear as oportunidades de empregabilidade dessa população. Foto: ACNUR/MiguelPachioni

Venezuelanos acolhidos em SP encontram oportunidades de emprego

O sonho de obter uma vaga no mercado de trabalho aconteceu em tempo recorde para 81 do total de 287 venezuelanos que viajaram de Boa Vista a São Paulo por meio do processo de interiorização do governo federal, iniciado em abril deste ano.

A conquista de um trabalho é resultado do esforço pessoal dos próprios venezuelanos, de serviços oferecidos pelo poder público e pela sociedade civil, assim como da sensibilização do setor privado, como parte das iniciativas de integração do crescente número de pessoas venezuelanas que chegam ao Brasil. O relato é da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR).

Ao centro da imagem, com a camisa com inscrições 'Te Amo Filho', Bruna da Silva, a mãe do jovem Marcos Vinícius da Silva, assassinado em junho no Complexo da Maré. Imagem feita durante o enterro do estudante de 14 anos. Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

Relatora da ONU pede investigação independente do assassinato de estudante de 14 anos da Maré

A especialista de direitos humanos da ONU Agnes Callamard pediu nesta segunda-feira (30) “investigações imediatas, completas, independentes e imparciais” sobre a morte do estudante Marcos Vinícius da Silva, de 14 anos, no Rio de Janeiro (RJ). O aluno da rede pública foi assassinado durante uma operação de segurança realizada conjuntamente pelo Exército e pela polícia no Complexo da Maré, em 20 de junho.

Relatora expressou preocupação com a militarização das operações de policiamento no Brasil e também com o fato de que a legislação nacional permite a tribunais militares investigar e julgar assassinatos intencionais de civis cometidos por agentes das Forças Armadas.

Mulheres negras usam tecnologia para enfrentar racismo

A campanha Vidas Negras da ONU Brasil conversou com três mulheres negras que enfrentam as desigualdades raciais usando ciência e tecnologia.

Lana de Souza trabalha numa plataforma que recebe vídeos registrando abusos de agentes do Estado. Juliana Marques, da Rede Umunna, participa de uma iniciativa criada para difundir informação quantitativa e qualitativa sobre a presença de mulheres negras em espaços de tomada de decisão. Silvana Bahia lidera um projeto cujo objetivo é estimular a entrada de mais mulheres negras nas diferentes áreas de tecnologia.

A atriz Sheron Menezzes e o seu marido Saulo Bernard são os padrinhos da campanha do Ministério da Saúde. Foto: Ministério da Saúde

Ministério da Saúde lança nova campanha de incentivo à amamentação

O Ministério da Saúde do Brasil lançou nesta sexta-feira (27) a nova campanha de incentivo à amamentação. A iniciativa reforça a importância do leite materno para o desenvolvimento das crianças até dois anos e de forma exclusiva até os seis meses de vida, conforme preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A atriz Sheron Menezzes e o seu marido Saulo Bernard são os padrinhos da campanha.

Onze países das Américas notificaram 2.472 casos confirmados de sarampo neste ano, segundo a OPAS/OMS. Foto: Wilson Dias/ABr

Após 2 mil casos de sarampo nas Américas, OPAS destaca necessidade de vacinação e vigilância

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) destacou nesta terça-feira (24) a necessidade de os países das Américas intensificarem as atividades de vacinação e vigilância para prevenir e combater a propagação do sarampo.

No Brasil, o organismo internacional está colaborando com as ações para controle do surto de sarampo em dois estados: Amazonas (444 casos confirmados, a maioria em Manaus) e Roraima (216 casos confirmados).

A cobertura contributiva é notoriamente maior na região do Cone Sul (incluindo o Brasil), onde chega a 58,6%, em comparação com os países andinos, onde atingiu 31,4%, ou com a América Central e o México, onde alcançou 31,2%. Foto: Abr/Marcello Casal

Mais da metade dos trabalhadores na América Latina não contribui para a seguridade social

Mais da metade dos trabalhadores e trabalhadoras na América Latina não contribui para um sistema de seguridade social para enfrentar doenças, desemprego e riscos associados à velhice, afirma novo relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), apresentado esta semana no México. O estudo destaca a necessidade de ações vigorosas para acabar com as lacunas de cobertura existentes atualmente, assim como as que surgirão no futuro.

“Estamos falando de 145 milhões de trabalhadores que não fazem contribuições numa região onde a população está envelhecendo, o que pode afetar seu futuro e o de suas famílias”, afirmou o diretor regional da OIT para a América Latina e o Caribe, José Manuel Salazar-Xirinachs.

Maitê Gadelha, presidente da IFMSA Brazil e Jaime Nadal, representante do UNFPA no Brasil. Foto: UNFPA

Fundo de População da ONU firma parceria com associação de estudantes de medicina do Brasil

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina do Brasil (IFMSA Brazil) firmaram na quarta-feira (25) uma parceria para sensibilizar universitários e promover os direitos humanos. A cooperação entre as instituições promoverá eventos, ações de conscientização e distribuição de materiais informativos, além de estágios no escritório da agência da ONU, em Brasília.

Marlova Jovchelovitch Noleto foi nomeada diretora do Escritório da UNESCO em Brasília e representante da UNESCO no Brasil. Foto: UNESCO/Mila Petrillo

UNESCO nomeia Marlova Noleto como representante da agência no Brasil

A diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, nomeou Marlova Jovchelovitch Noleto como diretora do Escritório da UNESCO em Brasília e Representante da UNESCO no Brasil. Marlova já ocupava o cargo interinamente desde maio de 2017 e foi a candidata selecionada por meio de processo seletivo para assumir oficialmente a função. A nomeação foi publicada na última sexta-feira (20).

Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver, em 2015, em Brasília. Foto: PNUD/Tiago Zenero

Ativistas elogiam campanha da ONU pelo fim da violência contra a juventude negra no Brasil

Em depoimentos para a ONU Mulheres, ativistas avaliam os oito meses da campanha Vidas Negras, uma iniciativa das Nações Unidas no Brasil pelo fim da violência contra a juventude afrodescendente. Para as militantes, o projeto acerta ao debater abertamente o racismo e ao defender que todas as existências têm o mesmo valor.

Sebrae adere a princípios da ONU para fortalecer empreendedorismo de mulheres no Brasil

Nos últimos anos, as mulheres vêm consolidando seu papel de protagonistas no empreendedorismo brasileiro. Pesquisas do Sebrae mostram que desde 2017 elas superaram os homens na abertura de empresas e já são maioria entre os trabalhadores com carteira assinada nos pequenos negócios.

Nesse sentido, o Sebrae assina na sexta-feira (27) a carta de adesão aos “Princípios de Empoderamento das Mulheres”, da ONU Mulheres e do Pacto Global das Nações Unidas, cuja finalidade é empoderar mulheres para que participem de forma plena da vida econômica em todos os setores e em todos os níveis da economia brasileira.

Economista portuguesa assume direção do FMI no Brasil

A economista portuguesa Joana Pereira assumiu neste mês (18) a direção do Fundo Monetário Internacional (FMI) no Brasil. A dirigente traz para o cargo ampla experiência no organismo e também em instituições de pesquisa como a Erasmus University, da Holanda, e o Instituto Universitário Europeu, na Itália.

Jovens durante a Marcha das Mulheres Negras de Brasília (DF), em 2015. Foto: Mídia Ninja

Em dia mundial, ONU Brasil homenageia ativistas e artistas negras

Em uma roda de conversa para celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e Caribenha, comemorado em 25 de julho, o coordenador-residente da ONU Brasil, Niky Fabiancic, homenageou na terça-feira (24), em Brasília (DF), ativistas e artistas negras, como Sueli Carneiro, Carolina Maria de Jesus, Marielle Franco e Angela Davis. Para o dirigente, os esforços dessas mulheres permitiram enxergar o sexismo e o racismo como elementos estruturantes da sociedade.

Cantora brasileira Gaby Amarantos apoia a ONU na campanha #VidasNegras. Foto: Wikimedia Commons/Gareth Jones

Cantora Gaby Amarantos pede fim da violência contra mulheres negras

Em mensagem para o 25 de julho, Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha, a cantora Gaby Amarantos pede o fim da violência contra as brasileiras negras. No Brasil, sete em cada dez mulheres vítimas de assassinato são afrodescendentes. Gaby está com a ONU na campanha #VidasNegras.

As duas maiores instituições da América Latina e do Caribe na área de abastecimento de alimentos, a mexicana Aserca e a brasileira Conab, buscam fortalecer suas capacidades técnicas. Foto: EBC

Companhias de abastecimento de México e Brasil buscam ampliar capacidades técnicas

Representantes dos dois maiores órgãos latino-americanos na área de abastecimento de alimentos, a mexicana Agência de Serviços para a Comercialização e Desenvolvimento de Mercados Agropecuários (Aserca) e a brasileira Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), reúnem-se até quinta-feira (26) na Cidade do México para trocar experiências e fortalecer a segurança alimentar nos dois países.

O encontro busca ampliar as capacidades técnicas dos dois órgãos em termos de apoio à comercialização, operação de mecanismos de gerenciamento de risco de preços e certificação de armazenamento. O relato é da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

Marta, jogadora de futebol. Foto: PNUD

ONU Mulheres anuncia jogadora Marta como embaixadora global da Boa Vontade

A ONU Mulheres anunciou nesta quinta-feira (12) a nomeação da renomada jogadora de futebol brasileira Marta Vieira da Silva como Embaixadora da Boa Vontade para mulheres e meninas no esporte.

Marta dedicará seus esforços a apoiar o trabalho pela igualdade de gênero e empoderamento em todo o mundo, inspirando mulheres e meninas a desafiar estereótipos, superar barreiras e seguir seus sonhos e ambições, inclusive no esporte.

Para o casal Jan e Sonia, seus filhos e sobrinha, a casa no abrigo Rondon I representa uma nova fase em suas vidas. Foto: ACNUR/Reynesson Damasceno

Agências da ONU e governo inauguram novo abrigo para venezuelanos em Roraima

O Governo Federal e organismos das Nações Unidas inauguraram em Boa Vista, na última sexta-feira (20), o décimo abrigo temporário para venezuelanos em Roraima. Com capacidade para 600 pessoas, as instalações contam com as unidades habitacionais “Better Shelter” (Moradia Melhor, em tradução livre), já utilizadas pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) em operações humanitárias e instaladas pela primeira vez na América Latina.

A quilombola Maria do Socorro Silva luta contra a degradação ambiental causada pela maior refinaria de alumínio da Amazônia, no Pará. Foto: Thom Pierce/Guardian/Global Witness/ONU Meio Ambiente

Brasileira quilombola é destaque em série do The Guardian sobre ativistas ambientais

A brasileira Maria do Socorro Silva é uma das defensoras ambientais apresentadas no ensaio fotográfico do jornal britânico The Guardian. A ativista luta contra a maior refinaria de alumínio na Amazônia, no Pará.

Divulgada no sábado, a série tem apoio da ONU Meio Ambiente. Em 2017, quase quatro ativistas ambientais morreram por semana em todo o mundo.

O município de São Paulo construiu um novo currículo do Ensino Fundamental, publicado em dezembro de 2017, que de forma inédita inclui a Agenda 2030. Foto: EBC

Currículo escolar de São Paulo aborda Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Qual educação queremos fornecer hoje para formar os cidadãos de nossa cidade em 2030? Foi essa a pergunta que direcionou a parceria da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil.

O município construiu um novo currículo do Ensino Fundamental, publicado em dezembro de 2017, que de forma inédita inclui a Agenda 2030, relacionando seus objetivos de aprendizagem a cada um dos 17 ODS.

O jornalista Vladimir Herzog. Foto: EBC

Especialistas da ONU elogiam decisão de corte regional sobre caso Vladimir Herzog

Especialistas em direitos humanos das Nações Unidas publicaram nesta segunda-feira (23) um comunicado no qual elogiam a decisão da Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) de pedir a reabertura das investigações e procedimentos criminais para processar e punir os responsáveis pela tortura e assassinato do jornalista Vladimir Herzog durante a ditadura militar no país.

Os especialistas ressaltaram a relevância dessa decisão em um país onde as violações de direitos humanos cometidas durante a ditadura permanecem sem punição. “A falta de responsabilização por esses crimes contribui para criar uma impressão coletiva de que os funcionários da segurança pública estão acima da lei, fragilizando a confiança da sociedade nas instituições públicas e no Estado de Direito”, declararam.

Sob pressão após a greve de caminhoneiros, o governo federal reagiu determinando, entre outras medidas, um congelamento de curto prazo do preço do diesel na bomba de gasolina. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

ARTIGO: Como aumentar a eficiência do setor de transporte rodoviário do Brasil?

Em artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo, o economista-chefe do Banco Mundial para o Brasil, Antonio Nucifora, afirma que o país tem um dos custos logísticos mais altos da América Latina.

A eficiência logística brasileira é baixa por causa da predominância do transporte rodoviário. Segundo ele, o Brasil poderia economizar cerca de 0,7% do PIB a cada ano se deslocasse frete do modal rodoviário para o ferroviário e o aquaviário. Leia o artigo completo.

Contraste entre as desigualdades no município do Rio de Janeiro. Foto: Luiz Gonçalves Martins - ODS 10

CEPAL e Valor Econômico promovem concurso de ensaios sobre crescimento com igualdade no Brasil

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) e o jornal Valor Econômico convidam autores e autoras a participar de um concurso de ensaios sobre o tema “o futuro do crescimento com igualdade no Brasil”. A iniciativa ocorre em função do aniversário de 70 anos do organismo regional das Nações Unidas.

Migrantes venezuelanos em Roraima antes de embarcar para outras cidades brasileiras. Foto: ACNUR/João Paulo Machado

OIM divulga lista de jornalistas selecionados para curso sobre migração e direitos humanos

O escritório regional da Organização Internacional para as Migrações (OIM) e o Instituto de Políticas Públicas em Direitos Humanos do Mercosul (IPPDH) publicaram nesta quinta-feira (19) a lista de jornalistas selecionados para realizar o curso virtual “Migração com enfoque de direitos humanos”.

Da esquerda para a direita, José Graça Aranha, diretor regional da OMPI; e Mauro Maia, diretor-executivo do INPI. Foto: UNIC Rio/Luise Martins

Agência da ONU pede medidas urgentes para reduzir prazo de análise de patentes no Brasil

O prazo para a análise de patentes no Brasil alcançou um patamar tão elevado que são necessárias medidas urgentes para enfrentar o problema, na avaliação do diretor regional do Escritório no Brasil da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), José Graça Aranha.

As declarações foram feitas na segunda-feira (15), paralelamente a evento de lançamento do curso de verão que a agência da ONU realiza até dia 27 de julho no Rio de Janeiro para profissionais que trabalham ou têm interesse no tema.

“Nunca, nenhum país, chegou a esse estado, com um acúmulo, um backlog, nesse ponto do setor de patentes. Algo tem que ser feito”, disse Graça Aranha em entrevista ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).

Debora Diniz é internacionalmente reconhecida por seu trabalho e ativismo em questões relacionadas à saúde e direitos sexuais e reprodutivos das mulheres. Foto: TV Brasil

ONU repudia ameaças à pesquisadora e defensora dos direitos humanos Debora Diniz

O Sistema das Nações Unidas no Brasil expressa a sua preocupação e repudia as manifestações de ódio e ameaças direcionadas à pesquisadora e professora da Universidade de Brasília (UnB), Debora Diniz. Ativista de longa data pela saúde pública e universal, é internacionalmente reconhecida por seu trabalho e ativismo em questões relacionadas à saúde e direitos sexuais e reprodutivos das mulheres.

Segundo os especialistas da ONU, cinco dos dez pesticidas mais vendidos no Brasil não são autorizados em diversos outros países devido a seus riscos à saúde humana ou ecossistemas. Foto: EBC

Mudanças na lei de agrotóxicos no Brasil violariam direitos humanos, afirmam relatores da ONU

Relatores das Nações Unidas enviaram no início de junho (13) um comunicado ao governo brasileiro manifestando preocupações com as propostas de mudança da lei de agrotóxicos no país. Os especialistas alertaram que, caso aprovadas, tais alterações violarão direitos humanos de trabalhadores rurais, comunidades locais e consumidores dos alimentos produzidos com a ajuda de pesticidas.

De acordo com os relatores, alguns pontos do projeto de lei revisam as regulações para registro de pesticidas e seu uso no Brasil com o objetivo de tornar as regras mais flexíveis, facilitando o registro e a propaganda desses produtos no país. Essas modificações podem enfraquecer a regulação e o controle de pesticidas perigosos no Brasil, maior consumidor e importador desses produtos no mundo.

O estudante de medicina foi o vencedor da segunda fase do #DesafioUNAIDS, realizado pelo escritório do UNAIDS no Brasil em parceria com a Embaixada dos Países Baixos, em Salvador. Foto: UNAIDS

UNAIDS e Embaixada dos Países Baixos levam jovem baiano para Conferência de AIDS, em Amsterdã

Aos 26 anos, o estudante de medicina Vinícius Nascimento começa a escrever um novo capítulo da sua trajetória: no dia 19 de julho, ele embarca para Amsterdã, na Holanda, para participar da Conferência Internacional de AIDS 2018. Ele foi o vencedor da segunda fase do #DesafioUNAIDS, realizado pelo escritório do UNAIDS no Brasil em parceria com a Embaixada dos Países Baixos, em Salvador.

O casal de venezuelanos Ernesto e Nancy busca oportunidade no Rio de Janeiro para se recolocar no mercado de trabalho, preferencialmente dentro da suas áreas de formação. Foto: ACNUR/Diogo Felix

Rio aprova isenção de taxas para revalidação de diplomas de refugiados

Foi promulgada na quarta-feira (4) a lei 8.020, que isenta refugiados residentes no estado do Rio de Janeiro do pagamento de taxas para revalidação de diplomas de graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado nas universidades estaduais.

A iniciativa foi elogiada pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), assim como por organizações da sociedade civil, por beneficiar pessoas em situação de refúgio que buscam vagas de trabalho condizentes com suas formações e/ou desejam prosseguir suas trajetórias acadêmicas no Brasil.

A venezuelana Yelitza Paredes chegou há quase seis meses no Brasil. Foto: UNIC Rio/Luise Martins

Venezuelanos deixam histórias de fome e pobreza para recomeçar a vida no Rio

“Todos viemos com uma mala cheia de roupa. Mas trazemos uma outra mala ou mochila, cheia de sonhos e esperança”. No Brasil há quase seis meses, a venezuelana Yelitza Paredes tira o otimismo e o sorriso no rosto da vontade de buscar um futuro melhor para a família. Mãe de cinco filhos, a professora de Biologia chegou ao Rio de Janeiro na terça-feira (3), com outros 49 venezuelanos vindos de Roraima.

A viagem foi a quarta etapa do processo de interiorização de venezuelanos, uma estratégia do governo federal para realocar do Norte do Brasil estrangeiros em situação de vulnerabilidade. O Sistema das Nações Unidas apoia as autoridades no encaminhamento de venezuelanos para outras partes do país.

Foto: UNAIDS

UNICEF: a cada três minutos, uma adolescente é infectada pelo HIV no mundo

A cada hora, cerca de 30 adolescentes de 15 a 19 anos foram infectados pelo HIV em 2017 no mundo, segundo um novo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Desses, dois terços eram meninas.

No Brasil, os efeitos mais graves da epidemia de Aids recaem sobre os adolescentes. Entre 2004 e 2015, o número de novos casos entre meninos e meninas de 15 a 19 anos aumentou 53%.

Agenda 2030 para o Desenvolvimento SustentávelInstagramTwitterYouTubeVimeoFacebookCadastro

Vidas Negras; Década Internacional de Afrodescendentes

Acesse aqui todas as oportunidades de estágio e trabalho: www.nacoesunidas.org/vagas/brasil e outras oportunidades e editais em www.nacoesunidas.org/tema/editais

Leia mais em www.onu.org.br e acesse nossas redes em www.nacoesunidas.org/redes

Para não receber mais, peça para remover. Para se inscrever, clique aqui. Para edições anteriores, clique aqui.


Comente

comentários