Confira o boletim da ONU Brasil #243

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Edição de 1º de setembro de 2017.

Visualize o boletim também em www.nacoesunidas.org/boletim243

Boletim quinzenal da ONU

ONU e Museu do Amanhã promovem diálogo sobre efeitos de mudanças climáticas no deslocamento humano

O impacto das alterações climáticas nos movimentos migratórios globais e a capacidade de resposta das cidades são o tema do evento “Seminário Vidas Deslocadas — diálogos sobre Mudanças Climáticas e Mobilidade Humana”, que acontece na terça-feira (5) das 15h às 17h30 no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

O encontro terá a presença de representantes de Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Organização Internacional para as Migrações (OIM) e ONU-Habitat. Também estarão presentes o coordenador-residente da ONU Brasil, Niky Fabiancic, a representante da ONU Meio Ambiente, Denise Hamú, além de representantes do governo brasileiro e da sociedade civil.

Implementado desde novembro de 2015, o projeto trouxe impactos positivos para a vida das 80 refugiadas que se envolveram nas duas últimas edições. Foto: Rede Brasil do Pacto Global/Fellipe Abreu

Projeto ‘Empoderando Refugiadas’ encerra segunda edição com 21 contratações

Em uma sala de cinema e diante de plateia atenta, dez refugiadas de diferentes nacionalidades e que hoje vivem em São Paulo se emocionaram. Retratadas pelo documentário “Recomeços — sobre mulheres, refúgio e trabalho”, elas dialogaram com o público sobre suas trajetórias e conquistas.

Coordenado pela Rede Brasil do Pacto Global e realizado em conjunto com a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e a ONU Mulheres, o projeto “Empoderando Refugiadas” encerrou sua segunda edição com 21 refugiadas contratadas por empresas no Brasil, e dezenas de outras treinadas e aconselhadas profissionalmente.

Acordo promoverá políticas para erradicação da pobreza, redução das desigualdades e compartilhamento de dados e indicadores para o cumprimento dos ODS. Foto: Governo de Goiás.

Governo de Goiás e PNUD firmam parceria com foco na Agenda 2030

O governador de Goiás, Marconi Perillo, e o representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Niky Fabiancic, assinaram na quinta-feira (31) em Alto Paraíso (GO) um memorando de entendimento para fortalecer a implementação da Agenda 2030 no estado.

A parceria favorecerá políticas para a erradicação da pobreza e redução das desigualdades, monitoramento de políticas sociais e a construção de sistemas para acompanhamento de metas e indicadores.

Foto: Logan Abassi/ONU/MINUSTAH

Brasil encerra atividade militar no Haiti

Nesta semana, as tropas brasileiras se despedem oficialmente da missão da Organização das Nações Unidas no Haiti depois de mais de uma década. Será realizada na próxima quinta-feira (31), às 19h de Porto Príncipe (20h em Brasília), a cerimônia que marca o encerramento das atividades militares do Brasil na Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (MINUSTAH). Nos últimos 13 anos, 37.500 militares brasileiros atuaram no país.

UNESCO no Brasil lança publicação sobre processo de criação do Museu de Congonhas

A criação do primeiro e único museu de sítio do país, o Museu de Congonhas (MG), localizado junto ao Patrimônio Mundial do Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, ganhou um relato impresso encomendado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil.

A publicação “Museu de Congonhas: Relato de uma Experiência”, da arquiteta Jurema Machado, registra o processo de implantação da instituição e suas contribuições para o desenvolvimento do município.

Conselho de Direitos Humanos, em Genebra. Foto: Elma Okic/ONU

ONU prorroga para 15/9 inscrições para simulado sobre sistema de direitos humanos

A ONU Brasil, em parceria com universidades brasileiras e com o Conselho Federal de Administração, convida alunos de graduação a participar do II Simulado do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, cuja fase presencial ocorrerá em 20 de outubro na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), em Brasília (DF). As inscrições foram prorrogadas para até 15 de setembro.

O programa Embaixadores da Juventude é uma iniciativa criada em 2016 para formar jovens e adolescentes brasileiros com capacidade de liderança e impacto social. Foto: UNODC

ONU e Instituto Caixa Seguradora concluem segunda edição do programa Embaixadores da Juventude

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) e o Instituto Caixa Seguradora concluem no sábado (2) em Brasília (DF) a segunda edição do programa Embaixadores da Juventude.

Pelo segundo ano consecutivo, a iniciativa reuniu jovens de 18 a 25 anos com forte papel de liderança social para discutir a atuação da juventude na implementação e no monitoramento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Belém, Pará. Foto: Flickr/Bernardo Barlach (cc)

UNICEF e governo do Pará mobilizam municípios em prol da infância

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) realiza na quarta-feira (30) em Belém a cerimônia de repactuação do Selo UNICEF com o governo do Pará. Na solenidade, também será lançada uma campanha da agência da ONU e das Centrais Elétricas do Pará (CELPA) em prol da infância no estado. O Selo UNICEF estimula os municípios a implementar políticas públicas para garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.

ONU Meio Ambiente e parceiros lançam movimento por separação e descarte correto de lixo

A ONU Meio Ambiente e a Coalizão Embalagens, formada por 23 associações empresariais signatárias do Acordo Setorial de Embalagens em Geral, lançaram nesta segunda-feira (28) na Casa da ONU, em Brasília (DF), o movimento “Separe. Não Pare” com o objetivo de informar, inspirar e mobilizar a população brasileira a separar e descartar corretamente os resíduos domésticos.

Para a representante da ONU Meio Ambiente no Brasil, Denise Hamú, o “Separe. Não Pare.” vai ajudar a transformar a forma como o brasileiro olha para seu lixo. “Quando as pessoas reparam no lixo que geram, passam a adotar outros valores e hábitos de consumo consciente, e isso é o que muda nossos padrões de produção e consumo para outros mais sustentáveis”, declarou.

Unindo ficção à realidade, UNAIDS e Rede Globo promovem debate em torno da AIDS. Foto: Reprodução

Unindo ficção à realidade, ONU e Rede Globo promovem debate sobre AIDS

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) e o setor de Responsabilidade Social da Rede Globo promovem desde segunda-feira (21) ações para incentivar o debate em torno de temas relacionados ao HIV e à AIDS. A iniciativa faz parte da parceria na plataforma de direitos humanos Tudo Começa pelo Respeito.

“Quando esse tipo de ação de sensibilização acontece, fica claro que ainda estamos carentes de um debate sobre HIV e AIDS em nossa sociedade”, afirmou Daniel de Castro, assessor de comunicação do UNAIDS no Brasil. “Falar de HIV e de AIDS também é uma forma de trabalhar a prevenção. No mínimo, conseguimos alertar as pessoas para o fato de que a AIDS ainda não acabou e de que todo mundo precisa estar atento e se prevenir do HIV”, completou.

A atual lacuna no investimento em infraestrutura de saúde na América Latina e no Caribe é estimada em cerca de 37 bilhões de dólares, segundo o BID. Foto: ONU

Agência da ONU apresenta no Rio publicação sobre arquitetura para saúde na América Latina

O Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS) e parceiros apresentam durante seminário que ocorre a partir de segunda-feira (28) no Rio de Janeiro a publicação “Arquitetura para a Saúde na América Latina”, a fim de promover e disseminar conhecimentos sobre planejamento sustentável de instalações assistenciais de saúde.

Não é possível desassociar as mudanças climáticas do crescimento demográfico, os padrões de consumo das populações e os processos de industrialização e de produção para atender a essas demandas, de acordo com o UNFPA. Foto: EBC

Agência da ONU ressalta conexão entre mudanças climáticas e padrões de consumo

Não é possível desassociar as mudanças climáticas do crescimento demográfico, dos padrões de consumo das populações e dos processos de industrialização e de produção, afirmou o representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil, Jaime Nadal, durante conferência em Brasília (DF).

Segundo Nadal, o tema necessita de mais debate e pesquisa, já que são visíveis os impactos dos padrões de consumo das populações e do crescimento demográfico sobre a disponibilidade de recursos, os modelos de produção e as mudanças climáticas.

Brasil ocupa a 32ª posição em ranking latino-americano e caribenho de participação de mulheres no parlamento. Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Brasil é ‘lanterna’ em ranking latino-americano sobre paridade de gênero na política

O Brasil ocupa a 32ª posição em um ranking de 33 países latino-americanos e caribenhos sobre participação das mulheres nos parlamentos nacionais. Com 9,9% de parlamentares eleitas, o país só fica à frente de Belize, cujo índice é de 3,1%. O primeiro colocado é a Bolívia, com 53,1% de participação de mulheres no parlamento.

“No Brasil, é urgente reconhecer que as mulheres são fundamentais para a democracia e que elas estão cada vez mais distantes de fazer parte do grupo decisório sobre a política nacional, das possibilidades de exercer a cidadania e da igualdade de maneira plena e concreta”, disse Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil.

Uso da bicicleta como meio de transporte gera atividades físicas regulares que previnem diversas doenças crônicas não-transmissíveis, como hipertensão e diabetes, e o bem-estar físico e mental dos funcionários. Foto: OPAS/OMS

Sede da OMS em Brasília oferece bicicletas para deslocamento de funcionários

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) disponibiliza 12 bicicletas aos funcionários de sua representação em Brasília (DF). Mais do que uma forma de lazer, a oferta de bikes no ambiente de trabalho pode ser uma estratégia para mobilizar funcionários a adotar hábitos benéficos ao meio ambiente e à própria saúde.

Segundo a agência da ONU, seu uso como meio de transporte gera atividades físicas regulares que previnem diversas doenças crônicas não-transmissíveis, como hipertensão e diabetes, e o bem-estar físico e mental dos funcionários. Além disso, reduz a quantidade de veículos no trânsito e as emissões de partículas nocivas à saúde, além de estimular o uso do espaço público.

Castanha é produto florestal importante para comunidades que vivem na região amazônica. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

FAO participa de debates sobre gestão financeira de áreas da Amazônia sob proteção

Em São Paulo para um evento sobre a gestão financeira de áreas da Amazônia sob proteção ambiental, o representante da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Alan Bojanic, lembrou que zonas de preservação também têm uma função social. Essas regiões, segundo o especialista, podem oferecer oportunidades de geração de renda para quem mora perto das florestas, sem prejudicar o ecossistema.

O Cristo Redentor foi iluminado para o Dia Mundial Humanitário. Foto: UNIC Rio/Pedro Andrade

ONU ilumina Cristo Redentor de azul para o Dia Mundial Humanitário

Às vésperas do Dia Mundial Humanitário, o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, foi iluminado de azul — cor que representa a paz e as Nações Unidas — para lembrar os civis que foram vítimas ou estão sob risco diante de guerras e conflitos armados no mundo todo.

Equipes de resgate da Defesa Civil trabalham em escombros após bombardeios na província síria de Idlib. Foto: Civil Defense Idlib

ONU alerta para crescente número de civis mortos em conflitos armados

Enquanto no início do século 20 os civis respondiam por apenas 10% do total de mortes ocorridas em conflitos armados, no final do mesmo século esse percentual estava em 90%. O alerta foi feito nesta sexta-feira (18) pelo diretor do Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio), Maurizio Giuliano, às vésperas do Dia Mundial Humanitário (19 de agosto).

Consumo de tabaco custa US$33 bilhões para os sistemas de saúde da América Latina, o equivalente a 0,5% de seu Produto Interno Bruto (PIB). Foto: EBC

OPAS/OMS apoia decisão da Anvisa de proibir aditivos para mudar sabor e cheiro de cigarros

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar na tarde desta quinta-feira (17) a possibilidade de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) impedir o uso de aditivos em produtos derivados do tabaco. A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) se manifesta favorável à proibição desses agentes, que são usados para, por exemplo, modificar o sabor e o cheiro de cigarros, tornando-os mais atrativos, principalmente para os jovens.

Denise Hills é vice-presidente e coordenadora do grupo de trabalho para os objetivos globais da Rede Brasil do Pacto Global e superintendente de sustentabilidade e negócios inclusivos do Itaú Unibanco. Foto: Rede Brasil do Pacto Global/Fellipe Abreu

Denise Hills, do Itaú Unibanco, assume a presidência da Rede Brasil do Pacto Global

A superintendente de sustentabilidade e negócios inclusivos do Itaú Unibanco, Denise Hills, assumiu na semana passada (9) a presidência da Rede Brasil do Pacto Global da ONU no lugar do diretor comercial da BASF América do Sul, André Oliveira.

Denise tem quase 30 anos de experiência no mercado financeiro. Em 2010, assumiu a liderança da área de Sustentabilidade no Itaú Unibanco e, mais recentemente, a área de Negócios Inclusivos, onde estão os programas de Microcrédito e Itaú Mulher Empreendedora. Ela está diretamente envolvida com iniciativas da ONU relacionadas ao setor financeiro.

O relatório indica que, de acordo com as respostas recebidas, três de cada cinco jovens veem com muita confiança o seu futuro até o ano de 2030. Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Jovens da América Latina e do Caribe mantêm otimismo com futuro do trabalho

Os jovens da América Latina e do Caribe enfrentam atualmente um mercado de trabalho adverso, com aumento do desemprego e altas taxas de informalidade. No entanto, isso não impede que eles tenham confiança no futuro do trabalho, otimismo sobre o que podem conseguir em seus empregos e boas expectativas sobre o impacto das novas tecnologias, destacou um novo relatório técnico da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Foto do 14º Acampamento Terra Livre, em abril de 2017, em Brasília. Crédito da foto: Apib Comunicação/Flickr/CC

ONU traduz para o português recomendações de direitos humanos feitas ao Brasil

O Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil (UNIC Rio) traduziu para o português documento com mais de 240 recomendações de Estados-membros da ONU para melhorar a situação dos direitos humanos no país.

As recomendações foram feitas em maio deste ano, no âmbito da Revisão Periódica Universal (RPU), uma espécie de sabatina na qual os países são avaliados pelos membros das Nações Unidas.

Os fluxos de investimento estrangeiro direto (IED) para a América Latina e o Caribe diminuíram 7,9% em 2016, em comparação com 2015. Foto: EBC

CEPAL prevê queda de 5% para investimento estrangeiro direto na América Latina e Caribe em 2017

Em seu relatório anual, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) projeta queda de 5% do investimento estrangeiro direto (IED) em 2017 na região, e sugere que os países latino-americanos e caribenhos gerem políticas para atrair fluxos que apoiem os processos nacionais de desenvolvimento sustentável.

Apesar da recessão, o Brasil aumentou em 5,7% suas entradas de IED em 2016 e se manteve como principal receptor na região (78,9 bilhões de dólares, equivalentes a 47% do total). No México, que recebeu 32,1 bilhões de dólares e foi o segundo país receptor (19% do total), o IED caiu 7,9%, mas ainda se manteve em níveis históricos elevados.

FacebookTwitterGoogle+Cadastro

Acesse aqui todas as oportunidades de estágio e trabalho: www.nacoesunidas.org/vagas/brasil e outras oportunidades e editais em www.nacoesunidas.org/tema/editais

Leia mais em www.onu.org.br e acesse nossas redes em www.nacoesunidas.org/redes

Para não receber mais, peça para remover. Para se inscrever, clique aqui. Para edições anteriores, clique aqui.


Comente

comentários