Confira o boletim da ONU Brasil #229

Edição de 29 de junho de 2016.

Visualize o boletim também em www.nacoesunidas.org/boletim229

Boletim quinzenal da ONU

 

Carina Teixeira, 10 anos (esq.), e Mikaele da Costa, 8, praticam ginástica artística na Vila Olímpica da Mangueira, um dos locais que abriga o projeto "Uma Vitória Leva à Outra". Foto: Larissa Marques

Campanha da ONU ‘Dia Laranja’ incentiva educação segura e de qualidade para mulheres e meninas

A Campanha UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres, do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, proclamou o dia 25 de cada mês como “Dia Laranja”, um dia para sensibilizar e tomar medidas para acabar com a violência contra mulheres e meninas. Neste sábado (25), a ONU reafirma seu compromisso com a realização do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 4: Educação de Qualidade, que reconhece a interdependência entre educação e desenvolvimento e tem como foco proporcionar ambientes de aprendizagem seguros, não-violentos, inclusivos e eficazes para todas e todos.

 

Médico cubano do programa 'Mais Médicos' realiza atendimento na Ilha de Marajó, no Pará. Foto: OPAS/OMS

Mais Médicos é destaque em publicação das Nações Unidas

Programa Mais Médicos, que conta com apoio da Organização Pan-Americana da Saúde, foi considerado prática relevante para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em publicação do Escritório da ONU para a Cooperação Sul-Sul e do PNUD.

 

Foto: Agência Brasil / Marcello Casal Jr.

UNFPA e Maranhão firmam parceria para fortalecer políticas públicas voltadas para a juventude

Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) acredita que investimento nos jovens é fundamental para que Brasil aproveite momento de bônus demográfico. No Maranhão, agência da ONU chamou atenção para o papel de gestores municipais no diálogo entre diversos setores do governo.

 

OMS faz recomendações a turistas que viajarem ao Rio para as Olimpíadas. Foto: EBC

OMS publica recomendações a pessoas que viajarem ao Rio para as Olimpíadas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou recomendações de segurança e saúde para pessoas que viajarem ao Brasil durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. A agência manteve a recomendação às mulheres grávidas de não viajar para o Rio ou qualquer área onde o vírus esteja circulando. Recomendou também reduzir o risco de picadas de mosquito e praticar sexo seguro.

 

Aedes aegypti é principal transmissor do zika, da dengue e da chikungunya. Foto: UNICEF/Ueslei Marcelino

OPAS: consequências a longo prazo do surto de zika são incertas

Principal transmissor da doença, o mosquito Aedes aegypti é considerado pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) ‘um vetor muito evasivo’ e com alta taxas de infecção. Segundo agência da ONU, ainda falta muito para definir o risco absoluto de malformações congênitas associados ao zika e para determinar quais infecções congênitas são provocadas pelo vírus.

 

Usina eólica em Icaraí, no Ceará. Foto: Ministério do Planejamento

PNUD e governo do Ceará discutem parcerias para promover Agenda 2030 da ONU no estado

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) reuniu-se com governador do estado nesta semana (22) para discutir possíveis oportunidades de cooperação nas áreas de energia renovável, redução das desigualdades, gestão pública, entre outras.

 

Cúpula de Líderes do Pacto Global reuniu representantes do setor privado, de governos e da sociedade civil na Assembleia Geral da ONU. Foto: Pacto Global

ONU: Brasileiros de empresas do Pacto Global recebem prêmio por promover desenvolvimento sustentável

Líderes empresariais da Beraca e da BM&F Bovespa foram a Nova York receber o título de Pioneiros dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, ao lado de outros oito executivos de diferentes partes do mundo. Brasil foi único país com dois finalistas em premiação que recebeu 600 candidaturas de 98 Estados-membros.

 

Peru é projeto do projeto "Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul", do Programa de Cooperação Brasil-FAO. Foto: EBC

Missão técnica peruana visita Brasil para conhecer experiência no setor algodoeiro

Representantes de governo, técnicos e agricultores familiares do Peru que trabalham na cadeia produtiva de algodão iniciaram na segunda-feira (27) visita ao Brasil para conhecer a experiência brasileira no setor algodoeiro. A missão técnica teve início em Brasília (DF), com uma reunião na representação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). A experiência brasileira na atividade algodoeira é considerada referência, já que o Brasil passou da condição de importador a de importante exportador de algodão, principalmente devido ao grande aumento na produtividade.

 

Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Foto: EBC

Brasil: Relatores da ONU e OEA sobre liberdade de expressão alertam para interferências na EBC e na CGU

Relatores para a Liberdade de Expressão das Nações Unidas e da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) manifestaram hoje (24) sua preocupação com as medidas adotadas pelo atual Governo Federal interino do Brasil em relação à intervenção na direção da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e a conversão da Controladoria Geral da União (CGU) em Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle.

 

Cruzes fincadas no gramado da Esplanada dos Ministérios, em frente ao Congresso Nacional, em um ato em defesa dos povos indígenas. Foto: José Cruz/ABr

Brasil: Especialista da ONU condena assassinatos de indígenas e pede fim da violência

No dia 14 de junho, o agente de saúde pública Clodiodi Aquileu Rodrigues de Souza foi morto a tiros e outros seis indígenas foram baleados, incluindo uma criança de 12 anos. O ataque ocorreu no município de Caarapó, no Mato Grosso do Sul. “Essa foi uma morte anunciada”, a relatora especial das Nações Unidas sobre os direitos dos povos indígenas, Victoria Tauli-Corpuz, que visitou comunidades indígenas Guarani-Kaiowá no estado em março de 2016. Ela alertou publicamente sobre a alta incidência de assassinatos: “O estado é o mais violento no Brasil, com o número mais elevado e crescente de indígenas mortos”.

 

Quase todos os países contam com programas de alimentação escolar, que beneficiam um quinto das crianças em todo o mundo. Foto: PMA / Graeme Williams

Merenda escolar alimenta 386 milhões de crianças em todo o mundo, destaca levantamento do PMA

Uma a cada cinco crianças recebe refeições quando vai estudar. Brasil foi elogiado em novo estudo do Programa Mundial de Alimentos (PMA) por associar alimentação nas escolas à compra de produtos da agricultura familiar.

 

Refugiado sírio-palestino Khaled Fares durante a feira Sabores do Porto, vendendo pratos típicos que logo se esgotaram. Foto: ACNUR

Feira organizada por agência da ONU promove culinária, arte e artesanato de refugiados no Rio

A diversidade, a troca cultural e a integração entre refugiados e brasileiros foram as marcas da celebração pelo Dia Mundial do Refugiado no Rio de Janeiro. Com o arrojado edifício do Museu do Amanhã servindo como espaço de acolhida, refugiados de diferentes países reuniram-se em uma feira multicultural na Praça Mauá, no último sábado (18), para apresentar um pouco de culinária, arte e artesanato.

 

Há quase dois anos no Brasil, a congolesa Mireille Mulanga fugiu da violência de milícias e grupos rebeldes. Foto: Matheus Otanari/UNIC

Refugiados contam histórias de preconceito e hospitalidade em sua vida no Brasil

Preconceitos, dificuldades para encontrar emprego e, ao mesmo tempo, hospitalidade da população. Foi assim que quatro refugiados — dois congoleses, um sírio e uma colombiana — descreveram sua vida no Brasil, durante seminário organizado na semana passada (16) pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e parceiros no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

 

Haitianos desembarcam em busca de oportunidades de emprego no Brasil após o terremoto de 2010. Foto: Senado / Luciano Pontes

UNFPA e PUC de Minas Gerais lançam cartilha bilíngue para ajudar imigrantes haitianos no Brasil

Documento contém orientações em português e créole sobre direitos sociais, sobre o acesso a saúde, educação e assistência e sobre questões envolvendo a entrada e permanência no Brasil. Cartilha está disponível online.

 

Foto: UNICEF Brasil/Cavadas

Fóruns discutem redução das desigualdades entre crianças e adolescentes

Os encontros das Comissões da Plataforma dos Centros Urbanos, iniciativa do UNICEF e da Prefeitura do Rio de Janeiro, discutirão desafios e iniciativas bem-sucedidas nas áreas de saúde, educação, assistência social e cultura.

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Políticas sobre drogas e desenvolvimento sustentável é tema de nota técnica do UNODC

Após o lançamento, na última semana, do Relatório Mundial sobre Drogas deste ano, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) no Brasil publicou uma nota técnica sobre o relatório como contribuição para o debate sobre o tema no país. Confira aqui na íntegra.

 

Silhuetas de corpos desenhadas no Rio alertam para assassinatos de jovens negros. Foto: EBC

Brasil tem a nona maior taxa de homicídios das Américas, alerta OMS

A situação do Brasil é pior do que de países como Haiti (26,6), México (22) e Equador (13,8), cujas taxas de homicídio, apesar de altas, são inferiores às brasileiras. O Brasil só perde para países como Honduras (103,9), Venezuela (57,6), Colômbia (43,9) e Guatemala (39,9). De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), um dos principais impulsionadores das taxas de assassinato no mundo é o acesso a armas, com aproximadamente metade de todos os homicídios cometidos com armas de fogo. Entre as mulheres, os homicídios por parceiros respondem por quase 38% de todos os assassinatos comparados a 6% de todos os assassinatos entre homens.

 

Projeto prevê produção de carvão vegetal proveniente de reflorestamento. Foto: PNUD / Tiago Zenero

PNUD e governo debatem produção sustentável de carvão vegetal para siderúrgicas de Minas Gerais

Projeto ‘Siderurgia Sustentável’ quer garantir que carvão vegetal seja produzido de forma sustentável, a partir de eucalipto de reflorestamento. Iniciativa também prevê desenvolvimento de novas tecnologias para melhorar uso do insumo em siderúrgicas.

 

Em 2013, o emprego informal respondia por quase metade (46,8%) do total de empregos não agrícolas dos países de América Latina e Caribe. Foto: Arisson Marinho/AGECOM

OIT: altas taxas de emprego informal atrasam desenvolvimento de países de América Latina e Caribe

Um dos fatores que tem atrasado significativamente melhoras socioeconômicas nos países da América Latina e Caribe nos últimos anos é a relativamente baixa qualidade dos empregos disponíveis no mercado de trabalho da região, segundo relatório publicado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). Em 2013, o emprego informal respondia por quase metade (46,8%) do total de empregos não agrícolas desses países.

 

A mineração de ouro em Paracatu, em Minas Gerais, é liderada pela empresa canadense Kinross Gold Corporation. Foto: José Cruz / Agência Brasil

CEPAL: América Latina e Caribe não aproveitaram valorização dos minérios para desenvolver indústria

Embora tenha desempenhado papel importante no período de alta dos preços dos minerais metálicos, ao longo dos últimos 15 anos, região não buscou alternativas para agregar valor aos minérios. América Latina e Caribe abrigam 47% de todo o cobre do mundo, mas sua participação no mercado de cobre refinado é de 16%, enquanto a produção da China, com reservas inferiores, representa quase 35%.

 

Reprodução

Iana: Uma história emocionante de aceitação

Lésbicas, gays, bissexuais, pessoas trans e intersex não podem lutar sozinhas. Elas precisam do apoio de suas famílias, parentes, colegas de trabalho e amigos. Iana Mallmann é uma corajosa jovem lésbica ativista vivendo em Brasília. Aqui, ela compartilha conosco a história de aceitação da sua sexualidade e descoberta do ativismo.

 

Na imagem, crianças contempladas pelo programa Um Computador por Aluno. Foto: Presidencia da República/Ricardo Stuckert

Prêmio da UNESCO reconhece projetos que promovem uso de tecnologias na educação

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) convida interessados a se candidatar para a edição de 2016 do Prêmio Rei Hamad Bin Isa Al-Khalifa sobre uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na educação. O prazo de inscrição é 30 de setembro. Desde 2005, o prêmio reconhece inovações na pedagogia que utilizam a tecnologia para melhorar resultados educacionais.

 

Imagem promocional do IPDC. Fonte: UNESCO

UNESCO financia projetos de mídia que promovam pluralismo na comunicação

Programa recebe inscrições de propostas até 4 de julho. Agência da ONU encoraja participação de diversos tipos de projetos, como os que combatem discursos de ódio na mídia e nas redes sociais; os que apoiam reformas legislativas para a independência dos veículos; os que promovam a segurança de jornalistas, entre outros. Iniciativas podem pedir recursos de, no mínimo, 10 mil dólares e, no máximo, 35 mil dólares.

 

Imagem: Agência Brasil

OPAS e parceiros oferecem bolsas de mestrado e doutorado no Brasil para estudantes das Américas

Programa de cooperação oferece mais de 400 bolsas em cursos de pós-graduação brasileiros para cidadãos de países integrantes da Organização dos Estados Americanos (OEA). São contempladas diversas áreas – ciências da saúde e biomédicas, tecnologia da informação, ciências humanas e sociais, áreas tecnológicas, entre outras.

 

 

FacebookTwitterGoogle+Cadastro

Acesse aqui todas as oportunidades de estágio e trabalho: www.nacoesunidas.org/vagas/brasil

Leia mais em www.onu.org.br e acesse nossas redes em www.nacoesunidas.org/redes

Para não receber mais, peça para remover. Para se inscrever, clique aqui. Para edições anteriores, clique aqui.


Comente

comentários