Banco Mundial: países mais atingidos pelo ebola perdem mais de 500 milhões de dólares em 2014

Serra Leoa e Guiné devem apresentar redução em suas economias em 2015, enquanto espera-se que a Libéria cresça a 2,2%  – ritmo mais de 50% inferior ao esperado antes da crise.

O Banco Mundial anunciou nesta terça-feira (02) que as economias dos países mais atingidos pelo ebola estão sendo intensamente impactadas, com perda de mais de 500 milhões de dólares apenas em 2014. Enquanto isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou oficialmente que o surto chegou ao fim na Espanha. 

Serra Leoa e Guiné devem apresentar redução em suas economias em 2015, enquanto espera-se que a Libéria cresça a 2,2% – ritmo mais de 50% inferior ao esperado antes da crise.

O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, ressaltou que, enquanto a epidemia continuar, o impacto humano e econômico vai se tornar mais devastador. Por isso, a comunidade internacional deve fazer tudo que estiver ao seu alcance para estimular a volta do desenvolvimento e a recuperação econômica nesses países. 

Além disso, a OMS alertou que investimentos e reformas internacionais nos sistemas de saúde de Guiné, Libéria e Serra Leoa são cruciais para evitar que as deficiências preexistentes à crise sejam exacerbadas.