Banco Mundial: Brasil, um país com maioria de mulheres e governado por homens

A taxa de participação feminina na política brasileira está abaixo da cota de participação de 30% instituída para os partidos, é uma das menores do mundo e a quarta mais baixa na América Latina e o Caribe.

Os vencedores do hackathon serão premiados no próximo Dia Internacional da Mulher. Mariana Kaipper Ceratti/Banco Mundial

Os vencedores do hackathon serão premiados no próximo Dia Internacional da Mulher. Foto: Banco Mundial/Mariana Kaipper Ceratti

No Brasil, 51% da população é feminina, no entanto mesmo reelegendo recentemente uma mulher para presidente, apenas 10% dos parlamentares – tanto em Brasília, quanto nos estados – são mulheres, informou o Banco Mundial. Além da taxa estar abaixo da cota de participação de 30% instituída para os partidos, é uma das menores do mundo e a quarta mais baixa na América Latina e o Caribe.

Impulsionados pelo Congresso Nacional e com apoio do Banco Mundial, 47 hackers se reuniram durante uma semana em Brasília para buscar dados e desenvolver sites e aplicativos que ajudem as mulheres a terem mais participação política.

A maratona hacker – oficialmente chamada Hackathon de Gênero e Cidadania – recebeu 22 projetos de todo o país. Um deles foi o desenvolvimento de uma plataforma em que candidatas desconhecidas possam expor suas propostas e conseguir financiamento direto. A ferramenta, com o adequado nome de Dona Maria, venceu o hackathon.

“Além de a representação feminina no legislativo ser pequena, ainda está restrita a famílias que já tenham patrimônio alto ou contatos políticos”, destaca o programador Yves Bouckaert, um dos criadores da plataforma. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, das mulheres que concorreram às eleições em 2014, 81% não receberam nem sequer um centavo de financiamento externo. Entre os homens, o número cai para 67%.

Além de discutir a participação feminina na política, a maratona hacker estimulou a criação de aplicativos contra a violência de gênero. Os vencedores serão premiados no próximo Dia Internacional da Mulher, comemorado em todo o planeta no dia 8 de março.