Ban Ki-moon vê oportunidade ‘histórica’ de diálogo nacional no Iêmen

Secretário-Geral da ONU saudou o lançamento da conferência de diálogo nacional, parte do processo de elaboração de uma nova Constituição.

Presidente do Iêmen, Abdrabuh Mansour Hadi. Foto: ONU/Jennifer S. Altman

Presidente do Iêmen, Abdrabuh Mansour Hadi. Foto: ONU/Jennifer S. Altman

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou o lançamento nesta segunda-feira (18) da conferência de diálogo nacional no Iêmen, que segundo ele representa uma oportunidade “histórica” para a população contribuir para o seu desenvolvimento e prosperidade.

A conferência de diálogo nacional faz parte do processo de elaboração de uma nova Constituição, abrindo o caminho para as eleições gerais de 2014. Segundo as Nações Unidas, faz parte do processo de transição democrática que está em curso no Iêmen, sob a liderança do atual Presidente Abdrabuh Mansour Hadi, após protestos semelhantes aos que ocorreram em outros países na chamada “Primavera Árabe”.

“O povo iemenita escolheu o caminho do diálogo pacífico e da reconciliação”, disse um comunicado divulgado pelo porta-voz de Ban.

“O diálogo representa uma oportunidade histórica para o povo do Iêmen, incluindo mulheres e jovens. Ele vai permitir que eles se reúnem para resolver queixas e construir a confiança, garantir a justiça, promover os direitos humanos e contribuir para o desenvolvimento do país e a prosperidade.”

A ONU informou que o Assessor Especial do Secretário-Geral para o Iêmen, Jamal Benomar, e sua equipe permanecem “totalmente engajados” com todos os lados em apoio ao diálogo nacional e continuariam a trabalhar “em estreita colaboração” com todos os parceiros para ajudar na transição.